sábado, 31 de maio de 2014

Perfume da ESCADA: "Born in Paradise"

Mais uma da série: amostras grátis do mes de maio. Nao sei mais em qual site que pedi essa amostra, mas hoje chegou a amostra no novo perfume da ESCADA: "Born in Paradise". A verdade é que fiquei bem frustrada ao vem o cartao postal sem envelope nenhum e me perguntei: "onde está a bendita amostra??!". Nao que o cartao nao seja bonito, mas eu estava interessada mesmo é no perfume... Bom, a resposta estava no verso do próprio cartao:

Foi a amostra mais mao de vaca que recebi em toda a minha vida... 0,060 ml de perfume em uma tirinha de perfex? É isso mesmo producao? Bom, foi o suficiente para umedecer os pulsos e o pescoco e descobrir um novo produto para a listinha de "eu quero". O cheiro é bem suave, doce sem ser enjoativo. Nao sei porque mas se tivesse que descrever o cheiro, diria que é cheiro de flor de pessego (nao conheco a flor do pessego mas o cheiro lembra pessego, só que um pouco mais floral). Adorei, adorei e adorei!! Será que posso pedir uma amostra por dia durante o ano todo?? :(

Molho Pronto Vegan a Bolonhesa

Eu já fiquei cinco anos sem comer carne e nessa época já gostava de produtos a base de soja. Juro que, quando a soja é bem preparada, ela nao fica com gosto de racao. Uma experiencia ótima que tive nos últimos dias foi com o molho pronto a bolonhesa da GEFRO (daquele kit grátis que ganhei para experimentar):

O molho é vegan e feito com soja. O preparo é super simples, é só adicionar água ao pozinho e mexer por uns minutos em fogo médio: 


Até meu namorado que é super fa de carne e de um bolonhesa clássico gostou bastante do molho e nao diria que nao foi feito com carne. Nao pretendo voltar a ser vegetariana nos próximos anos / séculos, mas gostei muito do molho e recomendo... Pena que nao achamos os produtos da GEFRO no supermercado e descobri que só dá para comprar online (talvez isso faca com que o produto nao fique tao caro). Por enquanto vamos continuar fazendo o molho da maneira clássica mesmo... mas para os vegetarianos preguicosos / sem tempo: #dicaadica!

Para os Bafentos

Nessa minha onde de pedir amostras grátis, me inscrevi pra tudo quanto é tipo de produto. Já falei de um absorvente interno estranho e agora vou falar de um produto para quem tem problemas com mau hálito: chiclete contra bafo. Acho que nao existe pessoa nesse mundo que nao tenha passado pela desagradável experiencia do mau hálito. É só voce ir num churrasco e comer pao de alho, pronto. Voce pode escovar os dentes, fazer bochecho, fazer macumba... o gosto e o cheiro vao te incomodar e incomodar o seu parceiro caso ele nao tenha comido os malditos paezinhos com voce. Existem pessoas que tem o problema no dia a dia mesmo (as vezes por falta de higiene mas as vezes por algum problema físiológico).

Aqui na Alemanha o pessoal nao tem a mesma higiene bucal que os brasileiros. Eles escovam os dentes duas vezes por dia: de manha e antes de dormir. Esse costume é incentivado pelos dentistas e vem escrito nas instrucoes das pastas de dente. E o que eles fazem após as refeicoes?? Alguns nao fazem nada, os preocupados com o bafinho comem um chiclete. Belezinha né? Bom, já reparei que eles evitam comidas que dao mau hálito no almoco, principalmente quando eles tem alguma reuniao importante depois da refeicao. Acho que com esse chiclete os problemas do cheiro podem ser resolvidos. A empresa fabricante me mandou dois chicletes para teste e eu comi um, meu namorado o outro:


Gente, nao é que o negócio é forte mesmo?? É um gosto de menta que penetra na alma... nos primeiros segundos quase desisti, mas fui forte e fiquei mascando por uns 15 minutos. Acontece que nunca fui de chiclete e aquela massinha foi ficando mais durinha e chata de mastigar. Cansei e joguei fora, mas o chiclete ainda estava com gosto de menta (bem mais agradável que no comeco por sinal). Meu namorado deve ter mascado o bendito por uma hora e acho que jogou fora por ter cansado também. Se funciona contra o bafo? Nao sei, pois assim que joguei fora fui escovar os dentes...

sexta-feira, 30 de maio de 2014

Torta de Aniversário do IKEA

Se voce conhece e frequenta o IKEA, deveria fazer um cartao da loja. Nao custa nada, voce compra vários produtos com desconto, tem desconto em alguns pratos no restaurante deles, toma café de graca e, uma vez no ano, ganha um cupom de aniversário que te dá direito a um pedaco de torta... e as tortas sao divinas!

No dia do aniversário voce recebe o cupom por email e a partir dessa data tem quatro semanas para buscar seu pedaco de torta. Como já se passaram duas e eu estava com vontade de dar uma voltinha de bike, falei pro namo para irmos lá passear e comer e ele topou. É um trecho bom, sao 13 km (ida + volta) com direito a uma subidinha e dá pra queimar 20% das calorias ingeridas no IKEA. Animados, saímos para imprimir o cupom em um Internet-Café aqui perto. E foi ali que fui humilhada, a troco de nada.

Para imprimir o cupom gastei um minuto do meu crédito (temos uma continha lá) e 30 centavos da impressao. Na hora de pegar a folha impressa, o cara que trabalha no café me fala: "Nossa, tudo isso só por um pedaco de bolo...". Eu concordei, agradeci, peguei meu cupom e sai de lá com muita vergonha. Quando meu namorado me viu, disse: "O que aconteceu?? Voce está super vermelha!". Eu contei a conversa e a humilhacao grátis que sofri na frente de umas 10 pessoas e ele disse que depois dessa, vamos comprar uma impressora.

Agora me diz: qual foi o problema nessa situacao toda? Eu ganhei um pedaco de torta e quis ir lá no IKEA buscar, era pra ser vergonhoso? Nao vejo nada de errado... Todo mundo no IKEA passa o cartao da loja para conseguir desconto, e ninguém olha torto. Qual a diferenca entre passar o cartao e entregar um cupom?

Só sei que com o cupom impresso, fomos passear no IKEA, compramos algo superficial mas interessante (um cortador de cebolas), almocamos (eu peguei a lasanha de salmao com salada com desconto de 1,50 Euros huhuhu) e comemos a torta de graca. Foi ótimo e nao estou mais com vergonha de ter feito isso. Estou mesmo é com vergonha por ter sentido vergonha de um alemao idiota que, pra comeco de conversa, nao tem nada a ver com o que eu imprimo ou deixo de imprimir. Acho que agora vou procurar outro Internet-Café ou comprar a impressora mesmo! E que venham mais tortas de graca...

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Banana a Milanesa

Bem compatível com o meu último post, aqui vai uma receita muito saudável: banana a milanesa. A verdade é que minha mae quase nunca fazia fritura, e se tem uma coisa que nao lembro de ter comido algum prato por ela, é esse. Fizemos de acordo com algumas receitas na internet. É bem fácil e a idéia surgiu do namorado "boa" influencia que tenho ao meu lado hehehe (estou sendo injusta, eu faco coisas bem mais gordas e com bem mais frequencia, mas é legal colocar a culpa em alguém). É simples assim:

Ingredientes (4 pessoas / 4 bananas):

- 4 bananas nanicas maduras
- 1 ovo
- 1/2 xícara de leite
- farinha de trigo para empanar (aprox. 4 colheres de sopa)
- farinha de rosca para empanar (aprox. 6 colheres de sopa)
- óleo para fritar

Descasque as bananas, tire aqueles "fiozinhos" e corte as pontinhas pretas. Corte as bananas na metade. Misture o ovo com o leite. Empane a banana com farinha de trigo, depois passe na mistura de ovo com leite e depois empane com farinha de rosca. Esquente uma quantidade de óleo suficiente para cobrir as bananas pela metade. Quando o óleo estiver bem quente, coloque as bananas para fritar. Quando a parte em contato com o óleo estiver dourada, vire as bananas para fritar o outro lado. Retire do óleo assim que a outra metade também estiver dourada. Coloque em um prato com papel toalha para "secar" e sirva com a comida (ainda quente). Eu comi como acompanhamento da salada e posso garantir que fica bom!

 



It´s genetic

Bem assim... (clique na imagem para aumenta-la)


quarta-feira, 28 de maio de 2014

Reciclando...

Reciclagem: essa é mais uma da série "coisas que amo na Alemanha"! Nao, nao é pq sou engenheira ambiental. Por sinal, de eco-chata tenho bem pouco, mas adoto atitudes que fazem bem para o meio ambiente, sao práticas e de preferencia nao pesam no bolso. No Brasil, meus pais já tinham o costume de reciclar, só que lá eles dividiam o lixo em duas partes: reciclável e nao-reciclável, ponto.

Quando a gente vem pra Alemanha, o sistema de coleta assusta um pouco no comeco. Existe a categoria "gelber Sack" para plásticos, tetrapak, isopor, ...; existe a categoria "Papier" (que inclui papelao e afins), existe o "Glas" e suas sub-categorias para vidros de diferentes cores, existe o "Bio" para o lixo biodegrável (principalmente resto de comida mas também plantas e afins), e por último, existe o "Restmüll" para aquilo que realmente é lixo (por exemplo aquela sujeira misturada com pó de quando varremos a casa). Para eletronicos existe uma coleta específica, assim como para baterias, lampadas, óleo e outros produtos que precisam de uma atencao especial. Agora mesmo acabei de pegar os vidros que juntamos nas últimas semanas e fui levar para os containers de descarte mais próximos:


Aqui dá para ver que até os vidros sao coletados separadamente para facilitar o processo de reciclagem (vidro marrom no container da esquerda, vidro verde no do meio e vidro "branco"/transparente no da direita). Como faz um pouco de barulho na hora do descarte, existem horários e dias certos para fazer isso (placa branca do lado direito). Como sou/estou desocupada nao fica difícil, vou no horário comercial que nao tem erro.

Nós moramos em uma regiao bem localizada e central, entao fica fácil achar o lugar certo para descartar cada tipo de coisa. Quando eu morava na vila no fim do mundo, era um pouco irritante e o esquema de coleta era bem ineficiente e caro. Como eu pagava pela quantidade de lixo produzida, ficava mais atenta ainda quanto a separacao certa e reciclava ao máximo. A verdade e que nao é nada difícil acostumar com os esquemas de coleta e em pouco tempo voce comeca a fazer toda a separacao sem nem notar. O difícil é quando voce está no Brasil e nao tem o mesmo esquema... uma pena!

Cachecóis

Quando voce mora num país gelado, o cachecol passa a ser peca essencial no seu guarda-roupa. Quando eu morava no Brasil minha mae me ensinou a fazer o ponto básico do trico, mas como nao existe nada mais desagradável do que mexer com la em dias quentes, eu acabei fazendo só tres cachecóis quando morava lá (isso em cinco anos). Desses tres, usei dois com muita frequencia no meu primeiro ano aqui e acabei estragando ambos colocando na máquina de lavar roupa.

Bom, acabei comprando tres em lojas e além dos quatro de la que eu tinha, tenho mais alguns lencos para os dias frescos. Parece o suficiente, mas acessório é igual brinco: quanto mais, melhor! Agora olha para a minha cara de quem quer gastar com isso... tendo 7 coisas diferentes para enrolar no pescoco e tendo só um pescoco, pra que comprar mais? Foi ai que reparei que muitas pessoas tricotam no trem. É um jeito de aproveitar e passar o tempo... E nao digo só senhorinhas nao: tem muita "menina" e até menininhos que viajam tricotando. Como namorava a distancia e passava no mínimo quatro horas por semana no trem, resolvi comprar la (barata, claro) e testar a minha habilidade. Apesar de nao tricotar com a técnica certa (minha ex-vizinha me mostrou como se faz mas nao consegui), consegui aumentar minha colecao. O legal é que, mesmo só fazendo um tipo de ponto (linke Masche), consegui variar bastante só mudando o tipo de la. Aqui estao as minhas "obras de arte":

       

Dá prá ver que nao sou profissional e ainda tenho muito para aprender, mas já é um ótimo comeco! Comprei todas as las em discounters (menos a penúltima, que é o cachecol que fiz na minha época de Brasil) e nenhum dos cachecóis saiu por mais de 6 Euros. Agora é só esperar comecar a esfriar de novo para voltar a praticar e, quem sabe, aprender a "rechte Masche". E se eu, impaciente e descordenada, já fiz um bocado de cachecóis, qualquer um consegue ;) É um passatempo que super recomendo!


Voce nao precisa fazer um curso, é possível aprender a tricotar com a ajuda de vídeos no YouTube (existem infinitos e vários deles muito didáticos). Eles explicam como colocar a la na agulha, dao dicas de quantos pontos por carreira dependendo do tipo de fio e ensinam a arrematar no final, quando o cachecol já estiver pronto. No comeco, também é importante escolher um tipo de la que nao seja muito difícil de tricotar, uma agulha maior (Nr. 8-10), e fazer um cachecol mais fino (10-15 pontos por fileira). Assim voce consegue ver os resultados depois de poucas horas e nao desanima e desiste. Eu ainda sou bem lerdinha e para um cachecol com agulha 8 e 18 pontos por fileira, preciso de oito horas. Também nao esqueca de comprar uma la compatível com a agulha ou mehor, uma agulha compativel com a la (geralmente vem na embalagem da la qual a agulha apropriada). Nao vou fazer um tutorial agora, mesmo pq um vídeo diz mais que mil palavras, mas quem sabe quando comecar a minha próxima obra nao faco um vídeo com o passo a passo... (mal schauen!)

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Eles também tem medo de ficar "pra titio"

Ontem estava um dia lindo entao fomos no parque dar uma volta e jogar algumas partidas de ping-pong (eu perdi todas, claro). Chegando em casa meu telefone tinha algumas ligacoes perdidas e comecou a tocar mais uma vez. Atendi e fiquei feliz, era um amigo alemao com quem morei no meu primeiro ano de Alemanha:

- Oi Livia! Tudo bom? Estava sozinho em casa e como faz tempo que nao conversamos liguei para saber se está tudo bem... Por onde andas?

No tom da voz senti que ele estava triste... e depois de perguntar como ele está e o que anda fazendo descobri o porque:

- Aaaa acabei de chegar de Regensburg... Uma colega do trabalho casou ontem. Foi bem legal mas sabe como é, fui sozinho e nao conhecia ninguém...

- Sei sim! Faz tempo que nao vou num casamento, o último foi aquele daquela minha amiga XYZ em 2010, lembra? Fui com meu namorado mas mesmo assim foi estranho pq só conhecíamos um casal.

- Pois é... Nossa, vc acredita que eu ainda estou sozinho? Já estou com 27 anos e nao tenho namorada... (*suspiros)

- Ué, e aquela menina do seu curso de danca? (obs. sempre recomendo curso de danca para os solteiros que querem conhecer alguém, ele abracou a idéia...)

- Aaa ela era bem legal e saímos algumas vezes, mas quando propus algo sério ela nao quis mais...

- Nossa que pena... e a sua estagiária?

- Ela sempre dava desculpas e acabou que nunca saímos...

- Ahh, mas nao desanima nao... quando vc estiver menos esperando vai aparecer alguém legal... é só vc parar de procurar!

- É... pode ser... eu queria tanto encontrar alguma menina legal esse ano, mas está difícil... Todos os meus amigos estao namorando, casando... (*suspiros e mais suspiros)

Para mudar de assunto perguntei sobre as férias:

- E aí, quando tem férias esse ano?

- Em setembro...

- Já tem idéia do q vai fazer?

- Ahhh nao sei ainda, tem alguma sugestao?

- Gostei bastante da Turquia... mas depende do q vc quer fazer e do q seu(s) companheiro(s) de viagem gostam e querem fazer...

- Ahh, ainda nao sei com quem eu vou / posso viajar... (*suspiros)

Nossa, fiquei com dó. Sabe aquela história de que mulher tem medo de ficar "pra titia", ainda mais quando está chegando aos trinta? Pois nao é só mulher nao, aqui está um bom exemplo de que eles tb tem esse medo.

Absorvente interno estranho

Nessa minha busca por amostras grátis e testes de produtos, acabei me deparando com um produto diferente: um "o.b." esponja! Li e achei o conceito interessante: ele é uma esponja que, além de funcionar como um absorvente interno normal, pode ser usado durante a relacao sexual para evitar aquela "meleca" durante os "dias vermelhos". Encomendei, o produto chegou, e eu fiquei meio assustada... o negócio é enorme!!


Junto com a mega esponja (e teoricamente absorvente interno) eles mandaram um lubrificante que serve para facilitar a insercao do produto:


 O absorvente chegou no dia certo (meu dia de maior fluxo), mas resolvi dar uma pesquisada na internet antes de me aventurar. Depois de ler as histórias mais bizarras, eu desisti. Muita menina dizendo que o namorado reclamou e que a esponja incomoda e machuca (rala) o companheiro, outras dizendo que vazou tudo, outras reclamando que é muiiiiito difícil tirar o absorvente (nao tem cordinha entao tem que ser no dedo mesmo), e a maioria dizendo que voce fica sentindo aquele corpo estranho dentro de voce o tempo todo. Eu gosto de experimentar coisas novas e por um segundo achei a idéia interessante, mas depois de ler tantas experiencias negativas, vou guardar a esponjinha no armário para, quem saaaabe um dia, testá-la... Pelo menos foi de graca!

Mousse de Chocolate

Chocólatra que sou, decidi testar uma nova receita esse fim de semana: mousse de chocolate. No meu livro de receitas favorito "Der kochende Student" tem várias receitas rápidas, simples e baratas, e para a minha alegria eles também tem a receita de mousse. Demorou aproximadamente 20 minutos para fazer (e mais 4 horas na geladeira para gelar e ficar no ponto).

Ingredientes:
300g de chocolate meio amargo
1 + 1/2 colheres de sopa de manteiga
1 colher de sopa de conhaque
4 ovos (separar gema da clara)

Quebre o chocolate em pedacos pequenos, adicione a manteiga e coloque-os em uma vasilha no vapor para derreter (é como fazer um banho maria sem que a vasilha com o chocolate encoste na água). Quando a massa de chocolate estiver homogenea, retire-a do fogo e adicione o conhaque. Mexa e deixe esfriar um pouco. Adicione as gemas e mexa com um "batedor de claras".

Em uma outra vasilha bata as claras em neve com uma batedeira. Misture a clara em neve com a massa de chocolate (use uma colher ou o batedor de claras, e nao a batedeira). Quando a massa estiver homogenea distribua em quatro potinhos. Pronto, agora é só colocar as bombas calóricas na geladeira e esperar esfriar (mínimo 4 horas para a textura ficar boa). 



Obs. eu achei o mousse muito amargo, da próxima vez vou fazer com 150g de chocolate meio amargo e 150g de chocolate ao leite, mas é uma questao de gosto...

NIVEA Sensitive Tagescreme

Esse fim de semana recebi mais duas amostras grátis... uma delas foi o creme de rosto para pele sensível da NIVEA. Ele promete um cuidado intensivo e reducao:
1) de vermelhidao
2) de sensacao de "tensao" da pele 
3) de secura


Como nao tenho nenhum dos síntomas e no sache vem bem pouco (suficiente para apenas tres aplicacoes), nao formei uma opiniao sobre o produto. Uma coisa que gostei bastante é que a pele nao fica melada depois da aplicacao. Também gostei bastante do cheiro, que é inexistente hehehe. O creme facial que eu uso já é da NIVEA (linha Visage Q10) e como estou satisfeita nao vou mudar... Mesmo assim: obrigada pela amostra ;)

Obs. para quem se interessa, no site da NIVEA dá para pedir amostras grátis para testar produtos novos / diferentes

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Caneca personalizada

Sabe quando vc quer muito alguma coisa mas nao encontra? Em muitos casos, a solucao é vc mesma fazer. Eu tenho uma certa queda por "minions" (sim, eles sao fofos.. pode me achar infantil, nao ligo) e já encontrei vários produtos com os belezinhas, mas nenhum me apeteceu a ponto de tirar alguns euros do meu bolso. Na verdade, nem eu gostando muito eu consigo gastar quando se trata de algo "inútil" ou desnecessário. Mas aí entra meu namorado na história, que apesar de mao de vaca, adora fazer um agrado... Dessa vez ele fez uma caneca com minions lindíssima:

  

Para fazer a caneca é super fácil: vc pode fazer online no site da CEWE ou baixar o programa deles (que é o que fizemos). Existem mil e uma possibilidades de fazer a caneca, voce pode variar a cor interna (a externa ainda nao achei onde mudar e acho que nao é possível), colocar uma ou mais fotos ou figuras, texto, ... Depois voce faz um cadastro, escolhe a loja mais próxima para buscar o produto (no meu caso tem uma "dm" quase do lado de casa) e em cinco dias é só ir buscar (eles avisam por email quando estiver pronto e voce paga na hora da retirada). Nao foi a caneca mais barata do mundo, custou 10,95 Euros, mas para uma caneca especial ou um presente personalizado vale a pena... Essa é definitivamente minha caneca favorita!! (...e ninguém tem igual huhuhu...)

In-Dusch Body Milk mit Honig da NIVEA

Para nao dizer que essa semana nao tive sucesso algum na minha busca por testes de produtos e por amostras grátis, ontem eu recebi uma amostra grátis do In-Dusch Body Milk mit Honig da NIVEA:


É, troquei meu endereco por 10 ml de hidratante... mas foi o suficiente para conhecer o produto e decidir se vale a pena comprar ou nao (mas já aviso que os 10 ml nao sao suficientes para passar no corpo todo). Um frasco grande custa 3,50 Euros (1,40 Euros / 100 ml), um valor aceitável. Além do mais, achei a proposta do creme bem boa: vc toma seu banho, passa a locao, enxágua (ainda no chuveiro) e pronto, nao precisa passar hidratante e se lambuzar depois. Eu particularmente morro de preguica de sair do banho quentinho e ficar no quarto me lambuzando com hidratante gelado, esperando a pele absorver para depois colocar a roupa. Também gostei bastante do cheiro, que está mais para coco do que para mel, mas melhor assim...

Se eu vou comprar?? Bom, antes preciso acabar com os que eu tenho aqui, mas estou pensando sériamente... Boa idéia NIVEA, aprovadíssimo!

quinta-feira, 22 de maio de 2014

Bolo de Chocolate (fácil e rápido)

Eu sempre fiquei na cozinha em volta dos meus pais quando eles cozinhavam. Eu enchia o saco para ajudar e eles sempre me davam alguma tarefa, mas acho que a primeira receita completa que minha mae me ensinou a fazer foi o bolo de chocolate que acabei de fazer para o café da tarde. Minha mae nunca foi muito chegada em doce entao também nunca dedicou muito tempo na cozinha para os queridinhos. Quando recebíamos visita no horário do café da tarde, ela fazia esse bolo de 5 minutos (depois era só deixar no forno e se dedicar aos salgados, ou melhor, a pizza enrolada). Quando eu completei nove anos ela se livrou da tarefa me ensinando a fazer. A receita é super simples e o bolo sai super baratinho, aqui está:

Ingredientes:
1 xícara de leite
1/2 xícara de óleo
2 ovos médios
1 xícara de acucar
1 xícara de achocolatado em pó (toddy, nescau ou afins)
2 xícaras de farinha de trigo
3 colheres de sopa de nozes, avelas ou amendoas moidas/ em pó (opcional)
1 colher de sopa cheia de fermento em pó

Agora é só misturar tudo na sequencia em que eles aparecem na listinha até obter uma massa homogênea:


Unte uma forma com margarina e farinha de trigo, espalhe a massa e coloque no forno até o bolo crescer e ficar fofo (aproximadamente 40 minutos a 180°C). Para testar se o bolo está pronto espete um garfo, se o garfo estiver limpo depois que vc retirá-lo, o bolo está no ponto. Agora é só esperar esfriar e desenformar!



Ainda estou na dúvida se faco cobertura de brigadeiro ou beijinho, mas por enquanto vou comer ele quente com sorvete de creme (#obesa)...


Os Alemaes e o Sol

Na Alemanha o sol dá as caras com beeeeeem menos frequencia que no Brasil (bom, estou falando da minha cidade, meu namorado é de curitiba e provavelmente nao nota tanta diferenca). Essa falta de sol faz com que os alemaes enlouquecam em dias quentes. Ontem chegou a 27 graus, hoje vai chegar a 28 com MUITO sol! Tenho que admitir que por mim o tempo ficava assim o ano todo, mas como tudo que é bom dura pouco e a Alemanha teima em ser cinza e fria, acho que os alemaes procuram carregar a bateria para o ano nas 3 semanas ensolaradas. 

Fazia muito tempo que eu nao saia para bater perna no horário comercial durante a semana em parques. Ontem resolvi ir no parque fazer uma foto para o teste da Bahlsen (o das bolachas) e como tinha que ser em algum lugar de "Freizeit" (tempo livre), resolvi fazer a foto na mesa de ping pong do parque ao lado de casa. Para a minha surpresa, o parque estava cheio. Tinha velha de sutia e calcinha, mocinhas de biquini e caras de sunga tomando sol... o parquinho estava cheio de pimpolhos fofos e o Biergarten estava aberto e com quase todas as mesas e bancos ocupados. Detalhe: eu fui no parque 15:00 da tarde! Todo mundo tirou férias, trabalha meio período ou eles sao desempregados como eu? Aí lembrei que nos meus antigos empregos, o escritório ficava vazio bem cedo em dias quentes. Todo mundo aproveita o calorao para gastar as horas do banco de horas e pegar um bronze... Tirei uma foto de uma área do parque quase sem pessoas para nao invadir a privacidade de ninguém: 


No centro todos os restaurantes e bares colocaram as mesas para fora, nas calcadas, e ninguém quer saber de comer ou tomar alguma coisa dentro do restaurante. Sol, sol, sol, é isso que os alemaes querem... e eles querem aproveitar até a última gota (ou melhor, até o último raio). Tem sol até 9 noite? Entao os alemaes vao ficar na rua, no quintal de casa ou no parque até as 9... Cada minuto na sombra é um minuto jogado fora.

Como eu já disse, eu amo esse tempo e estou super mega feliz de sair de casa sem mil casacos (ontem até coloquei uma sandalinha!), mas acho bem engracada a relacao dos alemaes com o sol e com o verao. Acho que se eles pudessem passar uns aninhos no nosso país tropical, eles estariam com cancer de pele no fim da temporada!

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Molhos prontos

Quem diz que comida pronta ou molho pronto nao tem gosto bom nao sabe o que fala, me desculpe. Sei que é uma questao de gosto, mas no domingo estava com preguica e resolvi testar os produtos que ganhei da GEFRO. Bom, a opcao mais rápida e fácil era macarrao (só colocar para ferver). Para acompanhar aproveitei o filé de frango que estava na geladeira e como ele estava seco, fiz um dos molhos da GEFRO (Soße zu Braten) e esquentei o frango nele. Para fazer o molho foi a coisa mais fácil do mundo: água no pózinho, esquentar, mexer, pronto:


Para o macarrao fiz o pesto verde, mais fácil ainda: água fria + azeite, mexer, pronto. E o almoco de domingo ficou pronto em 10 minutos:


Isso sim é vida! Comida boa, barata e rápida. Virei fa!


terça-feira, 20 de maio de 2014

Puro Glamour da Colorama

Depois de passar uma semana de TPM e muito estressada, olhei para as minhas unhas e decidi arrumar a porquice que fiz na sexta feira. Dessa vez, parei para fazer as unhas com calma e escolhi uma cor alegre: "puro glamour" da colorama. A paciência estava tao grande que além de passar base e duas camadas, coloquei adesivos decorativos e passei um top coat (mesmo porque vi em outros blogs muitas meninas reclamando da durabilidade desse esmalte). Estou muiiiito feliz com o resultado e completamente apaixonada por esse adesivo:

 

(Favor nao reparar nas marquinhas de esmalte na minha mao, ainda nao limpei.)

Agora é só rezar para que ele fique intacto até domingo!

Comprando Remédio na Alemanha

A Alemanha tem algumas coisas que enchem o saco. Uma delas é maneira como eles lidam com a venda de medicamentos com ou sem receita. Acabei de ir na farmácia e comprei Ibuprofeno para a dor no joelho, mas só pude comprar pq tinha a receita do meu médico. Eu fiquei uma semana manca e com dor pq só consegui consulta várioooooos dias depois de ter me machucado. No Brasil eu teria comprado o remédio sem receita e teria levado uma vida normal até a minha consulta...

Outra chatice é o desafio de comprar anticontraceptivo. Na Alemanha vc só pode comprar com receita e só vai ganhar receita para 6 cartelas (que nao é o suficiente nem para meio ano). Isso te obriga a ir na ginecologista 2 vezes ao ano, mesmo que esteja tudo bem. E pq é que nao ganhamos receita para 12 meses? Até onde eu sei, esse é o período entre um preventivo e outro. Para ajudar, aqui é preciso marcar uma consulta no mínimo 3 meses antes. Eu já fiquei sem tomar meu anti por dois meses pq nao consegui consulta (ligando 4 meses antes). Desnecessário né minha gente? Se eu tomo o mesmo anti há 13 anos, o que vai mudar em seis meses? Se eu tiver algum problema, eu mesma marco uma consulta.

Eu entendo a importancia de controlar a venda de remédios, mas a vida de todo mundo seria muito mais fácil com algumas excecoes. O melhor exemplo de todos é o da pílula.

É sempre bom ter alguns remedinhos em casa para o caso de uma emergencia. Se existem remédios que vc já tomou e sabe que tolera, nao tem problema ter um mini-estoque caso aconteca algum imprevisto. Aqui na Alemanha já passei o maior sufoco por causa de uma dor de ouvido insuportável de madrugada. Estava morando no meio do nada, em uma vila sem pronto-socorro ou farmácia aberta (e mesmo se tivesse, eles nao iam me vender nada sem receita). No Brasil era só passar na Droga 15 ou Drogaria Sao Paulo (que ficam abertas 24 horas) e pronto, nada de dor até a consulta médica. 

A solucao agora é trazer um kit-sobrevivencia do Brasil toda vez que passeio por lá. Na mala sempre tem espaco pro antialérgico, antiinflamatório, anticoncepcional para pelo menos um ano, etc. etc. etc. Também tenho que admitir que comprar remédios no Brasil sai muito mais barato. O Ibuprofeno custa quase 13 Euros a caixinha (no Brasil dá pra comprar o genérico por 5 reais). Pelo menos o seguro saúde cobre parte do valor para alguns tipos de remédio. Nesse meu caso, o Ibuprofeno me custou 5 Euros (o resto o convenio pagou??).

Agora me diz se nao é estranho: aqui é tudo controladinho, mas eu posso comprar lente de contato em qualquer esquina ou até mesmo online SEM receita! No Brasil nao tem disso nao... Vai entender!

segunda-feira, 19 de maio de 2014

Taxas de TV / Internet / Rádio na Alemanha (Rundfunkbeitrag)

Uma das primeiras coisas que aprendi assim que cheguei na Alemanha em 2009 foi: se vc quiser ter TV ou rádio, vc vai ter que pagar uma mensalidade (antigo GEZ). Ganhei uma TV de uma brasileira que estava indo embora na minha segunda semana aqui e me disseram que se alguém tocasse a campainha e eu nao estivesse esperando visita, era melhor nao abrir. Eles faziam controle aleatório para achar pessoas com equipamentos sujeitos a taxa que nao estavam registradas para aplicar multa e exigir o cadastro. O valor da taxa variava de acordo com o tipo de aparelho que a pessoa tinha, quantidade de aparelhos por casa, etc. Se vc nao tivesse nada (inclusive celular ou computador com possível acesso a internet), vc também nao precisava pagar nada. 

Acontece que como muita gente dizia nao ter nenhum dos equipamentos no cadastro (e todo mundo ignorar o controle caso eles aparecessem na porta da casa ou ape), eles mudaram as regras. Desde janeiro de 2013 existe uma taxa fixa para servicos de "telecomunicacao" que vale para todo mundo que mora na Alemanha. Com a nova lei, eles determinaram um valor igual para todo cidadao, nao importa se vc usa os servicos e se tem os equipamentos ou nao. Desse jeito ninguém escapa!

A parte "menos pior": o valor nao é calculado por pessoa ou quantidade e tipo de aparelho, e sim por casa. No meu caso, meu namorado já mora nesse apartamento faz tempo e sempre pagou (e continua pagando) a "bendita" taxa de 17,98 Euros por mes. Mesmo assim, eles me mandaram uma cartinha me cobrando a taxa quando eu me mudei pra cá, alegando que nao encontraram uma conta correspondente ao meu endereco. Eu, bobinha, nem liguei... nao me registrei e também nao respondi. Agora eles me mandaram uma segunda carta e eu tenho quatro semanas para responder. Preciso me registrar ou dar o número do registro existente caso alguém já pague a taxa para este endereco. Se eu ignorar mais uma vez, sou obrigada a pagar (mesmo o meu namorado já tendo pago e continuar pagando). Aiaiaiiii eles nao prestam nem para colocar o endereco no sistema e verificar se o pagamento está sendo efetuado?? Que sistema lixo é esse??! Mas, nao vamos dar mais motivo para stress né? Preenchi um formulário online avisando que alguém já paga e com o número do nosso cadastro. Agora 215,76 Euros anuais de taxa para nao ter nem HBO é sacanagem né coleguinhas?? Em alguns aspectos, a Alemanha é uma "madrasta" e nao uma "mae".

domingo, 18 de maio de 2014

Bahlsen: o caminho para a (obesidade) felicidade

Eu tinha ficado megaaaa feliz quando recebi o meu primeiro cupom para testar um produto grátis. Mesmo sendo um protetor solar e o inverno ter decidido tomar o lugar da primavera e ficar mais um "pouquinho", foi divertido (post aqui). Mas felicidade mesmo é se candidatar para testar dois novos tipos de brownies e receber um pacote de 2 kg com nove tipos de bolachas diferentes de uma marca alema super famosa e bem carinha: a Bahlsen. Quando me candidatei, nao associei o nome da marca a vários produtos que conheco, mas quando li mais a respeito caiu a ficha e fiquei mais feliz ainda de ter ganho. Aqui está o "singelo" pacote que a Bahlsen mandou:


Claro que tudo tem um preco... e o preco é alto. Nao, eu nao preciso pagar pelos produtos e também nao preciso fazer nada complicado. Recebi quatro tarefas, cada uma para um tipo de bolacha, e tenho que postar a resposta ou a foto correspondente a tarefa na página deles no Facebook. Até aí tudo bem, tiro algumas fotos e faco propaganda para os meus 350 "amigos" do Face que acabam vendo as postagens e as fotos ridículas, como por exemplo essas:




Mas esse nao é o preco alto ao qual estou me referindo, e sim as calorias. Tudo bem que nao sou o melhor exemplo quando se trata de alimentacao, mas também nao chuto o pau da barraca. Comer esses dois quilos de bolacha em duas semanas é muito mais que chutar o pau da barraca, é aceitar que a sua calca mais justa nao vai mais fechar e que voce nao vai usar blusa branca justa por pelo menos um mes (isso se voce fizer reeducacao alimentar e ignorar o pote de sorvete de 2,5 kg que voce comprou para comer junto com os brownies). A minha sorte: eu posso dividir isso com meu namorado (que deve estar super grato, além de eu atrapalhar os treinos de corrida dele, agora virei fornecedora de calorias).

O teste da Bahlsen trouxe muitas alegrias: as bolachas sao maravilhosas e nao custaram um centavo. As consequencias? Elas vao acabar, a barriga vai aumentar, e o bolso vai esvaziar pois vai ser difícil nao comprar as delícias depois que nao tivermos mais nenhuma em casa. 

Obrigada Bahlsen, voces fizeram tudo direitinho!!

sexta-feira, 16 de maio de 2014

No go: fazer as unhas num momento de stress

Eu nao sei se é TPM, nao sei se é a famosa crise dos 30 ou quase 30, se é o fato de eu ter dormido mal e ter acordado com ressaca, o desemprego que já vai completar 3 meses, o fato de a única pessoa com quem converso pessoalmente fora o meu namorado ser a caixa do supermercado (e é só pra dar "obrigada" e desejar bom dia), ou se é uma combinacao de tudo isso e mais um pouco, mas eu estou de pavio curto (para nao dizer sem pavio algum). Aí eu olhei para as minhas unhas com o esmalte coral chic (que passei no domingo) e pensei: vamos trocar isso ai né querida, essa cor já deu o q tinha q dar pro resto do ano.

E lá fui eu, sem o menor pingo de paciencia, fazer as unhas depois do banho (e antes de lavar louca... muito boa essa sequencia Livinha). Pensei em pegar um esmalte fácil de passar e como ameeeeeeeeei o "violeta intenso" da Avon nailwear pro+, resolvi testar o "vinho clássico". Eu só digo uma coisa: fazer a unha sem paciencia e de mau humor é desastre e stress na certa, ou seja, nesse caso é melhor nao fazer. Assista um filme, corra, medite, mas por favor, nao faca a unha. Eu nao vou falar bem ou mal do esmalte pq nao estava em condicoes psicologicas de fazer as unhas e ainda nao estou em condicoes de fazer uma avaliacao justa. A única coisa que posso dizer é q a cor é bonita, mas comum (bom, o nome mesmo diz: vinho CLÁSSICO). Uma camada grossa foi o suficiente para cobrir as unhas (e a minha falta de paciencia nao me permitiu passar a segunda para ver se dá diferenca). Nao vou tirar foto pq, além de ter ficado com um acabamento MEGA porco, estou tentando deixar a cutícula crescer, o q deixa tudo ainda mais xexelento. E da próxima vez q eu estiver assim, vou fazer uma lata de brigadeiro e ligar a TV no canal mais inútil, acho mais seguro.

Ontem foi meu dia... que dia mais feliz?

Ontem completei mais um ano na face da terra... 28 aninhos... legal né? Hmmm nao muito. Na verdade: tanto faz, tanto fez...

Eu percebi que a cada ano que passa, fazer aniversário fica mais sem graca. Eu nao estou reclamando por estar ficando velha, isso nao me incomoda (muito rs). Mas o fato de ser a aniversariante do dia nao é mais especial como antes. Quando a gente é crianca, tem festa, tem presente, tem mimo, e a gente se sente importante. É como se o mundo inteiro girasse ao nosso redor naquele dia (pelo menos o nosso mundo). Dos 365 dias do ano, tem um que é nosso! Agora, desde q sai de casa (há mais de 9 anos), n existe muito disso. O dia 15 de maio nao é o "MEU" dia. Só no meu Facebook vi mais 5 pessoas que também nasceram nesse dia e que teoricamente também deveriam se sentir especiais. Na verdade, o que realmente faz o dia do aniversário ser um grande evento sao as pessoas próximas que comemoram mais um ano que dividiram com vc e realmente desejam muitas coisas boas nesse novo ano que está comecando: é o pai, a mae, as irmas, a melhor amiga, etc.

Desde que sai de casa a quantidade de pessoas próximas e especiais que estao por perto no dia do meu aniversário foi diminuindo. Quando eu ainda estava no Brasil meus pais faziam questao de comprar um bolinho e chamavam minhas tias e primas mais próximas (e eu chamava a mesma panelinha de amigos de sempre). Mesmo eu morando em outra cidade por causa da faculdade, comemorávamos no fim de semana. No dia do aniversário, quando eu nao estava em casa e perto dos parentes e dos amigos mais próximos, eu geralmente tomava uma cerveja com alguns amigos da faculdade (umas 3, as vezes 5 pessoas). 

Desde que vim morar na Alemanha isso mudou um pouco. No primeiro ano aqui (2009) eu era integrante da "gang" de intercambistas e 3 amigas minhas organizaram uma super festa surpresa. Decoraram a cozinha de uma moradia estudantil com bexigas, chamaram várias pessoas que elas sabiam ser próximas de mim (até algumas que elas nao conheciam direito), fizeram bolo, compraram salgadinhos, colocaram música. Resumindo: foi lindo.... foi um ano diferente... os intercambistas se unem e formam uma "família", todos querem curtir ao máximo o período no exterior e se apoiam (no fim das contas, todos estao na mesma: sozinhos num país diferente por um tempo determinado). 

Nos anos do mestrado, comemorei com alguns colegas da faculdade, alguns amigos da época do intercambio, com o namorado. Todas as vezes (2 rs) fui em algum barzinho/restaurante. 

Depois que mudei de cidade e fui morar na vila no meio do nada, voltei na época do meu aniversário para o Brasil (Maio do ano passado) e pulei de para-quedas com minha irma e passei o dia com ela e com minha mae, acho que foi de longe o melhor aniversário... mas nao foi pq foi o MEU dia e sim pq consegui fazer algo com minha irma que estavamos planejando fazia muiiiiito tempo. No fim de semana depois do dia oficial ainda tive uma bela festa com família e amigos (minha mae é uma fofa e preparou tudo sem eu saber). Claro que me senti especial e foi ótimo, mas foi mais uma ocasiao para reunir minha família e meus amigos do que "o MEU dia".

Ontem, sozinha aqui em casa, nao senti a menor vontade de comemorar. Nao me senti mais velha, nao me senti feliz nem triste, nao tive vontade de fazer um bolo e coxinhas e também nao me importei de estar longe das pessoas que gosto por ser o meu aniversário. Eu me importo de estar longe delas em várias ocasioes, mas ontem nao liguei. Fiquei feliz com a ligacao dos meus pais e irmas e também adorei os recadinhos pelo Facebook e Whatsapp, mas meu dia continuou sem graca. Eu acordei, tomei meu café da manha sozinha, almocei sozinha, fiz um módulo do curso de economia Online, arrumei a casa, montei um armário e acabei quebrando a porta de um outro. Nao recebi nenhum convite para entrevistas e nenhuma ligacao de alguma empresa interessada na minha candidatura. Foi um dia como todos os outros. Eu nao acordei com um cabelo branco a mais, nem com novas rugas, nem com novas idéias ou com uma nova maneira de ver o mundo. Do mesmo jeito que fui dormir no dia anterior, acordei no dia em que completei 28 anos na terra. Para nao fazer um macarrao a bolonhesa (com o molho grátis da GEFRO) e comer Brownies (que também ganhei em um outro teste, já escrevo sobre ele) de sobremesa, resolvi ligar de última hora (18:00) para um restaurante que gosto e reservei uma mesa para dois. Meu namorado chegou em casa com um pouco de fome e eu fiquei feliz de ter feito a reserva e de ele ter voltado a tempo pra casa (pois nao avisei ele). Chegamos ainda na hora do happy hour, bebemos e comemos mais do q devíamos, chegamos em casa (eu passando mal) e ficamos azedos o resto da noite. Foi a pior noite de sono nos últimos meses. E foi assim o meu aniversário de 28 anos... mais um dia desempregada, mais um dia que voou pela janela, mais um dia sem um significado especial. E q venham os próximos... Esperar o correio ou o carro da DHL com produtos de graca para teste é muito mais emocionante (por sinal, vou ali ver se tem carta).

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Meu Primeiro Teste: SunOzon (Protetor&Bronzeador da ROSSMANN)

Como já contei no post passado, ontem fui "surpreendida" por um cupom para fazer o teste de um produto da ROSSMANN (nao foi muito surpresa pois vc já descobre na hora da candidatura se foi escolhida/sorteada e eu recebi um email deles dizendo que o cupom havia sido enviado). Mesmo assim fiquei feliz: meu primeiro teste!! (O da GEFRO nao conta, pois nao era teste... eram produtos grátis para conhecer a marca.)


Bom, o interessante dos testes da ROSSMANN é q como eles tem filial em tudo quanto é cidade, eles nao gastam mandando o produto por correio. É vc q tem que buscar o produto na loja. Como tem uma pertinho de casa (15 minutos a pé, talvez menos), fui na hora buscar o meu. Procurei o produto na estante, apresentei meu cupom no caixa e pronto! O interessante (e muito esperto da parte deles) é que vc acaba indo na ROSSMANN sem necessariamente estar precisando de algo. Ao entrar eu percebi que fazia mais de ano que nao colocava o pé lá, pois a dm fica mais perto e é mais espacosa, mais bonita. Acontece que nessa de ir pegar o produto resolvi dar uma olhada nas marcas e produtos de beleza que eles vendem e fiquei maravilhada. Se eu nao fosse tao mao de vaca e nao tivesse prometido só comprar esmaltes quando meus vidrinhos acabarem (só compro um novo para repor um vidro que acabou), sairia de lá com vários! Enfim, eles conseguiram despertar minha atencao para a "loja". Outra coisa legal é que como vc vai na loja buscar o produto pra teste, vc acaba vendo o preco e até comparando com outras marcas.

Como sou forte, só peguei o produto (que custa 3,50 Euros) e vim para casa. Aqui está:


Eu também estava bem curiosa para testar. Agora, como eu sou muiiiiiito sortuda, meu primeiro teste é de um protetor e bronzeador solar, mas o tempo está um coco. Céu cinza, sem sol e ainda por cima está frio (todo dia de manha sensacao térmica abaixo de 6 graus). Isso pq a gente já está no meio de maio! Bem que sempre dizem: "quando nao tem inverno, também nao tem verao", e o inverno foi bem amigo da última vez (20°C e sol no natal huhuhu). Estamos pagando o preco, mas fiquei bem triste por nao poder testar o protetor, ainda mais pq nunca usei bronzeador e como pego cor fácil, acho q o bronzeador acelera o processo mais ainda (adoro ficar mais moreninha!). As vezes foi melhor assim, se nem agora q estou desbotada arrumo emprego, imagina depois de dar mais uma queimadinha... :P

Já que nao tem sol, resolvi avaliar outras coisas do produto. Pra ser sincera gostei bastante: até agora o protetor com o melhor cheiro, espalha fácil, absorve super rápido sem deixar a pele oleosa. Falta avaliar o mais importante mas quando o sol chegar (SE ele chegar), eu testo (mesmo pq deixei todos os meus protetores no Brasil em marco e agora só tenho esse). O legal da ROSSMANN é q vc nao é obrigado a escrever muito, nao precisa tirar fotos ou fazer filmes. Voce precisa responder um questionário pequeno de alternativas e escrever um comentário de pelo menos 100 caracteres descrevendo o produto. Isso é rapidinho e é uma oportunidade para treinar alemao (pq vc sempre precisa pesquisar alguns termos).

Mesmo quando eu compro produtos na Amazon, faco reservas online, etc., eu sempre escrevo uma avaliacao pois acho que ajuda outras pessoas e eu sempre leio as avaliacoes alheias antes de escolher coisas pra mim. Nesses casos eu nao sou obrigada a escrever / avaliar nada, faco pq acho legal e útil mesmo. Agora, ganhar o produto para fazer uma avaliacao é muiiiiiiiiiiiiito mais legal!

Conclusao do meu primeiro teste: ganhei um produto muito bom e me diverti! Aaahh, a ROSSMANN tb ganhou nessa, claro: propaganda de graca, pesquisa de mercado e uma cliente que provavelmente vai voltar para buscar alguns esmaltes... Win-Win situation, todos ficam felizes!

quarta-feira, 14 de maio de 2014

Moço, não tem pacotinho pra mim??

Pode parecer absurdo, mas todos os dias 9:00 da manha ouco a van da DHL parando na frente da prédio. E lá vou eu, me trocar e tirar o pijama correndo, na esperanca de alguém apertar a minha campainha e trazer um pacotinho pra mim. Como semana passada apertaram a campainha de outro vizinho e só deixaram o meu pacote na frente da porta do ape (era o pacote com produtos grátis da GEFRO para clientes novos), agora peguei a mania de, ao ver o caminhaozinho indo embora, abrir a porta do ape para ver se nao encontro nada... Vai q tem um pacote na porta né? Estou pior que crianca esperando o papai noel chegar.


E o pq de tanta ansiedade?? Pq eu me candidatei em mais de 20 sites para ser testadora de produtos novos e alguns deles nao avisam se vc ganhou e vai poder testar o produto, vc só recebe o pacote. Além disso, recebi um email dizendo que fui escolhida para testar bolachas de uma marca muitoooo boa e essa semana devo receber 9 pacotes huhuhuhu!

Bom, só sei que hj fiquei triste que a DHL nao tinha nenhum pacotinho pra mim... Fui para o médico e na volta duas surpresas:
- um cupom da ROSSMANN (uma "perfumaria"/"farmácia") de um protetor solar com bronzeador para ser buscado na filial mais próxima (meu primeiro teste!!)
- e um papelzinho da UPS, uma empresa tipo DHL, que passou 12:00 com um pacotinho pra mim. Como eu nao estava aqui para receber eles voltam amanha para a segunda tentativa de entrega.

E lá vou dormir mais uma vez curiosa e acordar mais uma vez ansiosa pelo pacote (dessa vez da UPS!).

segunda-feira, 12 de maio de 2014

O dia a dia de uma desempregada

Eu acho que agora entendo pq algumas pessoas que nao estao se sentindo bem com sua atual situacao se afastam cada vez mais da família e amigos e procuram um certo "isolamento". Eu nao cheguei nessa fase, mas as vezes tenho preguica de conversar com algumas pessoas, tenho preguica de explicar "o q eu faco o dia inteeeeeiro". Sim, essa é uma pergunta que já ouvi diversas vezes desde q fiquei desempregada, e essa passou a ser a pergunta que mais odeio. É diferente do q perguntar: "o q vc tem feito?" Sei q em partes eu estou incomodada com minha situacao e acabo me sentindo ofendida, mesmo essa nao sendo a intencao da pessoa (de algumas pelo menos), mas nao dá pra evitar. Antes, ninguém nunca me perguntou: "mas o q vc faz o dia inteiro no trabalho?"... Quando é q meu dia a dia passou a ser tao interessante?

Vou esclarecer como é o dia a dia de uma desempregada aqui (pelo menos como é o meu), mas como esse blog tem muitas coisas pessoais e eu ainda nao quero me identificar e nem quero divulgar o blog para pessoas conhecidas, nao posso simplesmente mandar o link para este post quando alguém me perguntar o q eu faco com o mar de tempo que eu tenho (e q as pessoas parecem achar impossível de ocupar). Para quem tiver a oportunidade de ler, lembre-se disso... e nao julguem colegas em uma situacao parecida com a minha, muitos de nós nao temos orgulho do nosso status "desempregado"!

Eu continuo tendo rotina, e nao é pq nao preciso bater o cartao as 8 da manha que saio da cama só as 11. Eu acordo junto com o meu namorado (que felizmente tem um emprego), tomo meu café, arrumo a cama e venho para o computador. Na frente da telinha tem bastante coisa pra fazer (q podem ser classificadas como úteis ou inúteis), aqui vai a listinha das minhas principais ocupacoes:

- procurar emprego, isso inclui achar empresas / vagas adequadas (as vezes procuro por dias/horas sem sucesso) e preparar o material para a candidatura (de 1,5 a 2 horas de preparo da candidatura por vaga)

- fazer cursos online (esses variam de 30 minutos a 5 horas por curso)

- ser dona de casa: ajeitar a casa / lavar roupa / ir ao supermercado / preparar a janta para quando o namorado chegar / ...

- escrever no blog, surfar em sites inúteis, conversar com algum amigo/amiga, fazer as unhas quando estou cansada do resto e preciso de uma pausa (sim, cansa fazer o resto)

Analisando bem, o meu dia-a-dia nao mudou horrores: eu continuo passando pelo menos 6 horas do meu dia na frente do PC. No meu último emprego eu fazia isso também, mas nao me sentia mais produtiva do q agora, emburrecia com as tarefas que eu recebia (quando tinha o q fazer e eu n precisava ficar enrolando, contando os minutos passarem). A diferenca: quando trabalhava adquiri bruxismo e roia as unhas, tinha crises a noite e estava sozinha quando a depressao batia, pois morava longe do meu namorado.

Eu juro que eu queria ter um trabalho e dedico grande parte do meu tempo a busca por um emprego (de preferencia onde estou agora, perto de quem eu amo), mas nao é fácil. E as pessoas me perguntando como eu preencho o meu tempo, como se eu estivesse jogando minha vida fora, nao me ajudam. Eu já me sinto mal o suficiente, entao se vc quiser saber como eu estou, o q eu tenho feito, se eu tenho alguns planos ou até mesmo conversar sobre outra coisa que nao seja a minha pessoa, sou toda ouvidos e vou adorar. Agora nao me venha com a pergunta "Nossa, mas o q vc faz o tempo todo?" acompanhada de um ar espantado e do olhar "como pode!". Aproveito o meu tempo da melhor forma possível e nao preciso de alguém me lembrando que desempregados sao vistos com maus olhos. Nunca se esqueca: amanha pode ser vc!

sábado, 10 de maio de 2014

Esfihas de Carne

Ontem fiquei com uma vontade difícil de suprir sem um Al Badah ou um Habibs por perto... vontade de esfiha! Apesar de existir restaurante e fast-food de tudo quanto é país aqui na Alemanha (vc acha mais restaurante de comida asiática e turca do q de comida alema), nunca vi esfiha para vender. É nessas horas que vc lembra que sua mae te ensinou receitas que servem para mais de um prato, como por exemplo a massa da pizza enrolada. Como tinha todos os ingredientes em casa e tempo sobrando, coloquei a mao na massa (literalmente). Depois que a massa estiver pronta, coloque para descansar (com um pano de prato em cima) perto da boca do fogao na qual vc vai fazer a carne moída (como na foto abaixo), assim ela cresce mais rápido e fica fofíssima:


Para rechear a quantidade de massa para 2 pizzas enroladas, preparei 400 gramas de carne moída. Temperei com cebola, alho, pimenta, sal, e piquei azeitonas recheadas com pimentao. Cada um pode fazer a carne como gosta, o importante é deixar ela bem sequinha.

Quando a carne estiver pronta e morna/fria, é "só" fazer as esfihas. Segue o passo-a-passo:


Se vc gosta dela com bastante massa, nao estique tanto a massa e nao coloque tanto recheio. Para cortar a massa esticada em círculos, vc pode usar a boca de um copo ou uma tigela com formato redondo. Nao se esqueca de apertar bem massa com massa na hora de fechar a esfiha, caso contrário, ela vai abrir na hora de assar. Quanto menor fizer, mais trabalho vai dar. Como eu tenho preguica e gosto de esfihas bem recheadas, fiz elas maiores mesmo. Coloque as esfihas viradas para baixo em uma(s) forma(s) e passe gema de ovo por cima para elas ficarem douradinhas. Lembre de deixar um espacinho entre elas para elas "crescerem":


Agora coloque no forno a 180°C. Quando elas estiverem douradas / marrons (depende do seu gosto), é só esperar esfriar um pouco e servir!!


Nao repare na bolinha na forma (sem formato de esfiha). Como acabou a carne moída e sobrou um pedacinho de massa, fiz uma "bolinha" de queijo (mas n imite, n ficou boa). Também recomendo nao forrar a forma com papel alumínio, pois as esfihas que fiz direto na forma ficaram bem mais molhadinhas e mais gostosas.

Bom apetite!

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Produtos Grátis da GEFRO

AAAaaaaaaa, fiquei emocionada ontem!! Sai do ape para buscar correnspondencia e o q encontro na porta??? Tcharaaaaaaaam:


Nessa minha "falta do q fazer", preguica de mandar candidaturas (cansa), falta de dinheiro, e muito tempo na frente da internet, arrumei um novo "hobby": me candidatar para testar produtos e procurar amostras grátis. Na minha busca, me deparei com o site da GEFRO. Li em vários blogs (de pessoas inúteis como eu) que eles mandam um pacote grátis para quem quer provar produtos da marca. Me inscrevi e 5 dias depois, realmente recebi o pacote! Apesar de já saber o q vem (no site tem uma listinha dos produtos e nos blogs alheios muitas pessoas postam fotos dos produtos e as receitas que fizeram), adorei abrir a caixinha nada-surpresa. E aqui estao os produtos que eles mandaram:


Fiquei impressionada e já peguei a calculadora para saber o valor que recebi em produtos (eu e minha tara por números e valores..). Como eles mandam um catalogo propaganda com todos os produtos e um formulário para pedidos foi fácil e rápido. Aqui segue a lista do q ganhei, quantidade, valor proporcional a quantidade e o quanto rende:

E dpois de calcular me senti esperta... 5,11 Euros em produtos que eu provavelmente nunca compraria...Toll! Já valeu ter dado meu endereco para propaganda (espero q eles n mandem mta!).
Eu sinceramente nao conhecia a marca (acho q só da pra comprar os produtos online), entao fiquei bem curiosa pra saber "qualé". Como almocamos fora e já tinhamos comido demais, testei a mistura de tempero "BIO Bella Italia" para temperar a salada que fiz de janta:



Meu namorado achou o tempero meio sem gosto, colocou mais um monte na salada dele e disse: "hmm gostosinho, mas ainda sim meio sem gosto". Eu gostei, mas gosto de comida com gosto suave. Resumindo: o primeiro produto foi interessante, é de boa qualidade, mas nada como temperos naturais ;).

Aproveitando, segue a receita da salada (p/ 2 pessoas):
- 40 g de rúcola
- 2 tomates picados em cubos
- 1 "mozzarella de búfala" (pacotinha na alemanha de 125g) picada em cubos
- 12 azeitonas pretas cortadas ao meio
- 5-10 g de Bella Italia Würzmischung GEFRO
- azeite de oliva e balsamico a gosto
- Pao c/ cenoura e vitaminas ("Vitaminbrot")