quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

E disseram que o romance está morto...

Não sou de comemorações, festas, decorações...

Nunca sonhei em me vestir de branco e o pensamento de uma multidão não relacionada à nossa história olhando para a nossa cara e sorrindo (sem nem saber de onde você é ou que o seu gulasch é o melhor do mundo) me incomoda...

Não acredito em uma pessoa de carne e osso representando uma entidade maior e sobrenatural como algo necessário para ter uma relação feliz e abençoada...

Gastar uma fortuna e fazer algo que não nos apetece para deixar a sociedade e a família felizes não é a minha cara... e muito menos a sua...

Não sabemos qual o dia oficial do nosso casamento, e nem estávamos presentes (obrigada pai e mãe, por nos respeitarem na nossa "estranhice" e terem nos representado no cartório)...

Não precisamos do convencional, precisamos um do outro... (e de um sofá confortável e de Netflix... rs)

Que seja eterno enquanto dure.... Mona: obrigada por existir no meu/nosso mundo!

Casei... casamos...!! ♥

(se alguém quiser saber como se casa por procuração no brasil estando no exterior é só deixar mensagem que eu escrevo um post, mas já aviso que é mais fácil que comprar uma bicicleta!)

domingo, 18 de dezembro de 2016

♥ Verona e Veneza ♥

E como relembrar é viver: 2016 merece ser relembrado mil e uma vezes!

Aqui mais um registro de uma viagem que fizemos em maio: Verona e Veneza ♥

Me deu uma dor no peito olhar essas fotos agora.. e não foi por lembrar da viagem, foi por lembrar da minha blusa de lã preferida que foi roubada em Dublin em outra viagem (que conto em outro post).... me deu tanta tristeza ao ver a blusa que vou comprar uma substituta essa semana!

Bom, voltando pra parte boa de rever essas fotos, vou começar por Verona, que realmente merece ser chamada de cidade "do amor".... As ruazinhas estreitas, o rio cruzando a cidade, a comida italiana melhor do que nunca e um tempo incrível... são Pedro foi mesmo generoso em 2016:

Vale a pena subir até o santuário Madonna di Lourdes:



E também subir no morro do Castel San Pietro (não fica perto do Santuário, #fikadik):

A vista da ponte do Castelvecchio é demais (e eu escondida atrás da câmera com minha EX-blusa amada... find Wally):
 

Sobremesa na Pizzaria Bella Napoli:
(ambiente meio fast-food e nada "romântico/italiano", mas td mto bom)

A cidade é fácil de chegar, fomos de trem (tem trem direto saindo de Munique). Como Verona é relativamente pequena e segura, dá pra fazer tudo a pé. 

Não somos do tipo de casal que gosta de ficar dentro de museu ou olhando vitrine/fazendo compras, o nosso negócio é bater perna (e comer hehe), então passamos três dias descobrindo os becos, as mini montanhas ao redor e as cantinas. Para não mentir que não entramos em nada: compramos o ticktes para visitar as catedrais principais (vale a pena), subimos na Torre dei Lamberti e como estava inclusa a entrada em um museu ao lado da torre, entramos nele também (também gostamos muito, mesmo não entendendo de arte).

Fiquei positivamente surpresa com a cidade (e o namo tb), o negócio é sempre manter as expectativas baixas rs.
Para os que querem comer nos melhores restaurantes: reserve com antecedência (nosso erro, não conseguimos mesa em nenhum dos "top" com preço aceitável). 
Também fomos tentar uma experiência "gourmet" (de entrada teve até sorvete de cebola) mas veio tão pouca comida que depois compramos batata frita para aguentar a noite... minha alma XXL não me permite ser fina e o bolso não me permite comer em restaurante gourmet com a alma de XXL....

Um dia fizemos bate e volta para Veneza por motivos quase óbvios:
- é super perto
- comprando o ticket online para o trem com antecedência saiu metade do preço
- o pernoite em Veneza é o dobro que em Verona

Eu já tinha ido para Veneza em 2009 com três colegas mas como achei a cidade demais e o namo ainda não conhecia, fiz questão de irmos

Apesar de ser caríssima e estar lotada, ficamos os dois encantados (é mais bonita do que tinha na memória). A cidade é um labirinto e não estava fedida (provavelmente por ser maio e ainda estar fresquinho). Várias partes da cidade são cenário de um jogo do PS3 que namo curte então ele teve uma diversão extra ("já escalei nessa torrrrreeeee").

.

 



Se vc vai passar por Verona, não deixe de visitar Veneza, e se vc vai visitar Veneza (mais provável que o contrário), não deixe de visitar Verona!

Agora vou fechar essa pasta de fotos rapidinho que está me dando muita vontade de viajar de novo... 2017 nos aguarde!

sábado, 17 de dezembro de 2016

Mallorca, perdendo os preconceitos

Eu sumi por mais de meio ano mas voltei... (pq com quem iria conversar 6 da manhã nos sabádos né? hahaha).

E como o inverno já me deu nos nervos (maio, chega logo?), resolvi rever as fotos do ano e decidir quais os foto-livros que farei nas férias de natal. Fiquei assustada com o tanto de viagens (até adicionei a "#viagens" no blog ó) e fiquei, acima de tudo, com saudades de Mallorca.

Dizem que se conselho fosse bom não seria de graça. Tenho que concordar: todo mundo que abomina Mallorca tem um problema sério (e olha que já ouvi coisa ruim da boca de muita gente com relação ao pequeno paraíso espanhol). Eu quase não acredito que tem alemão que pega vôo pra Tailândia pra ver praia bonita....

Aqui um pouco da nossa experiência para animar quem tanto ouviu falar mal do 17mo estado alemão:

- com a transavia se voa por 100 euros (ida e volta) de Munique para Palma de Mallorca (e demora só 2 horinhas)

- a rede de transporte público de Mallorca é tão boa que se você não quiser ou não puder, dá pra fazer tudo de ônibus com muito conforto (foi nossa opção)

- na baixa temporada (fomos na última semana de junho) os preços ainda estão bem acessíveis (hotel pé na areia pagável, e se eu estou falando isso é pq é pagável sem dor no coração MESMO)

- Mallorca não é só Ballermann (isso é só um mini tini pedaço da ilha perto do aeroporto, e sim, lá é complicadinho mesmo, ainda mais se não for sua viagem de formatura de colegial), mas ficamos duas noites em Can Pastilha e não foi de todo mal não, aproveitamos lá também!

- ficamos por 5 dias e recomendamos a praia do Muro, entre Alcúdia (uma cidadezinha mediavel dominada por ingleses) e Can Picafort (dominada por alemães), especialmente para famílias ou casais que querem sossego (já aviso que não tem quase NADA pra fazer na mini vila à noite, ficamos num hotel com restaurante, bar, piscina, shows etc.). São vários km de areia para caminhar + área de nudismo + área de reserva natural/parque). Se vc quer mais agito  no final do dia fique em uma das duas cidades mencionadas acima (Alcúdia ou Can Picafort)

- Mallorca é um paraíso para fazer trilhas ou para bikers, ainda voltaremos na primavera ou outono para férias mais esportivas (esse ano queríamos só praia mesmo)

- clima no final de junho: água quente (muito muito muiiiito mais quente que no litoral paulista), fora da água 30°C, um sonho de batata-doce!!!!

- uma semana foi muito pouco, a ilha merece ser explorada e não vejo a hora de brincar de caribe europeu novamente...

Ballermann:




Praia do Muro, entre Alcúdia e Can Picafort:





Agora pode xingar quem falou pra você não ir e já compra as passagens pro próximo verão.. nos vemos lá :) (da próxima vez queremos ficar na Colônia de Sant Jordi)

domingo, 1 de maio de 2016

Foco na metade cheia

Pq eu estou q vou explodir...

... acordei sangrando tanto que se eu tivesse um pouco menos de bom-senso (ou ninguém ao meu lado para compensar minha constante descompensação) eu já estaria em uma mesa de cirurgia implorando para tirarem meu útero e anexos o mais rápido possível (pq se tem uma coisa que eu ODEIO em ser mulher é essa visita mensal do $%&#***).

... só pq fiz várias horas extras esse mês para completar um dos meus objetivos do trabalho que caducava ontem (que tem influência no meu salário e na minha avaliação anual) e saí mais tarde na sexta para mandar a $%&# da apresentação final, deu algum problema no servidor e todo o trabalho foi em vão (quando acessei o email hj cedo para ver se alguém já tinha lido a apresentação vi que uma versão ficou na caixa de rascunhos e o email não foi enviado).

... comecei a lavar roupa na lavanderia comunitária 8:30 da manhã (num domingo, no dia do trabalho) e uma infeliz tirou as roupas da minha quinta máquina e ainda me deu uma bronca pq "outras pessoas também querem lavar". Então vcs que acordem cedo meus queridos! Quantas vezes eu não desci e subi e desci e subi e desisti pq a máquina sempre estava ocupada??

... não posso treinar FitnessBlender (meu grande amor) durante a semana pq a mau-amada da vizinha não quer que façamos barulho depois das 17:00 (ela tem nossa idade!). Eu chego do trabalho 19:00, então ela me sugeriu praticar yoga ou algo assim.

E antes que eu volte a chorar, resolvi focar nas coisas boas (não dizem que o copo sempre está meio cheio ou meio vazio, depende só do ponto de vista?).

Então compartilho aqui alguns importantes sucesso do primeiro quartal do ano (minha metade cheia):

1) A vida com o Namo

Que poderia estar uma catástofre (agora que ele convive comigo não só nos finais de semana)... mas está maravilhosa pq ele definitivamente é a melhor pessoa do mundo!

2) Minhas medidas (felicidade da manhã de hj):

  01. Jan 01. Mai
Cintura 68 68
Quadril/Po 88 89
Coxas 50 51
Peito 85 83
Braços 22 22,5
Peso 47,8 48,9

Pq em três meses de treinos frequentes com o peso do próprio corpo (e comendo como uma retardada) consegui criar um pouco de músculo e aumentar um pouco o peso de maneira saudável. Talvez eu até possa doar sangue até o fim do ano e ainda assim estar satisfeita com meu corpo :)

3) O trabalho

Que apesar de me deixar louca estressada está muito legal... e o meu medo de ser demitida no período probatório que vai até o fim de maio (20% dos contratos são cancelados nesse período na Alemanha) também tende a zero, já que na quinta meu chefe me deu o melhor feedback do mundo, ele e os colegas estão muito mais que satisfeitos. Tanto que agora em maio ganho o treinamento oficial de "bem-vinda".

4) Stockholm & Uppsala ♥

A primeira viagem do ano que foi mais que um sucesso... a páscoa foi mágica e apesar da brincadeira ter saído bem cara (só o vôo me custou 320 eurecas por ter feito tudo de última hora), foi uma das viagens mais legais que já fiz (e compensou o abandono do namo, que estava no Brasa e me deixou "solta na marola"). Acho que está na hora de aprender suéco e partir pro próximo país...






E como "Vorfreude ist die beste Freude", não podia estar mais feliz por Maio... "eu trintarei" no mês com o maior número de feriados do ano (3x) e aprontei viagens pra cada um deles...

Nossa.. e não é que funciona... o bom humor voltou :)

domingo, 10 de abril de 2016

"Faltou você"

Um mês atrás fez sete anos que vim para terras germânicas... então é quase óbvio que já perdi muitos eventos importantes/especiais:

- A minha própria formatura
- O aniversário de 80 anos do vô
- A morte do tio
- O aniversário de 60 anos do pai
- O nascimento do sobrinho
- ...

...e parei por aqui pq não estou afim de auto-tortura... ou melhor, quase parei, pq ontem recebi a famosa mensagem por não estar presente no aniversário de um ano do sobrinho:

"- Nossa Li, faltou você... falei com seus pais..." (de novo, e de novo, e de novo...)

Faltou, e às vezes parece que as pessoas fazem questão de te lembrar o quanto você está perdendo, o quanto está deixando passar... e alguém me explica: pra q?

Devem me achar mesmo muito egoísta por estar vivendo a minha "glamourosa" vida "nazosropa" longe de td e de tds, sem me preocupar com a família, sem apoiar as pessoas que me amam nos momentos difíceis e sem compartilhar os acontecimentos felizes.

Sim, faltou eu, mas teve um monte de gente... e pra mim? Pra mim faltam todos vcs.... Acho que nisso ninguém pensa... Pq faltou eu na festinha, mas tinha 100 outras pessoas compartilhando o momento especial.

Quando alguém amado está passando por uma situação difícil, falta eu... falta meu ombro... mas só eu sei o quanto dói não estar perto pra emprestar o ombro... e só eu sei o q é não ter um ombro quando eu preciso... E quando eu tenho notícia boa, também não posso passar na casa da mãe e do pai para tomar uma cervejinha, para comer uma pizza enrolada e comemorar... 

Por mais "egoísta" que eu seja, eu assumo responsabilidade pelas minhas escolhas (inclusive a de estar longe)... mas quem está sozinha SOU EU, e não o sobrinho, ou a tia, ou o primo, ou a irmã. Sou eu que terminei meu mestrado e comemorei cinco minutos no telefone com namo, e fui eu que passei quase todos os meus aniversários sozinha pq só vim morar com o namo agora, e fui eu que fiquei seis meses procurando emprego e desesperada com medo de ser mandada embora e sem ninguém para tomar um café, comer um bolo e desabafar... fui eu que me mudei inúmeras vezes sem ajuda (carregando pesos absurdos no trem), e que tenho que tirar o dia de férias caso o elétrico tenha que fazer algo no apê pq não tem vizinho/amigo/tio/porteiro... sou eu que me viro (daqui a um mês literalmente nos 30) para dar jeito aqui e ali... 

Sim... faltou eu... mas vcs faltam todos os dias...

quinta-feira, 24 de março de 2016

Trocando por coroas

Poucos minutos antes do banco fechar no dia anterior da viagem, a esperta passa no banco para trocar euros por coroas suécas (pq a bonitinha nem sabia da viagem faz mais de mês né...).


O banco: Nós não temos coroas suécas aqui, o pedido deve ser efetuado com no mínimo dois dias úteis de antecedência... sinto muito.

Livia: Ixi, viajo amanhã seis da manhã... posso sacar o dinheiro com meu cartão de débito lá?

Meu banco: Pode...

Livia: E como faz?

Meu banco: Como assim?

Livia: Preciso desbloquear o cartão ou ele já funciona?

Meu banco: Aaaaa quer desbloquear?

Livia: Sim por favor.

Meu banco: Pronto.

Livia: Paga taxa?

Meu banco: Em todos esses bancos deste folheto que estou te dando não..

Livia: E tem qual deles em Estocolmo?

Meu banco: Acho que nenhum...

Livia: Tá, então quanto pago para tirar dinheiro em algum banco que tenha lá?

Meu banco: Não sei, mas você pode pagar com o cartão de débito, é muito comum na Suécia e aceito até nas padarias para valores pequenos...

Livia: Aaaa que bom, e tem taxa?

Meu banco: Tem sim...

Livia (já sem paciência): E quanto é por favor??

Meu banco: Aaaa é carinho, na verdade não vale muito a pena para valores pequenos... mas para pagar o hotel e alugar carro etc. vale a pena!!

Livia: Mas a senhora não sabe quanto?

Meu banco: Teria que verificar, mas no mínimo 1,50 euros por transação mais a taxa em cima do valor da compra de 1,5%...

Livia (indignada): Obrigada, sabe onde encontro outro banco onde possa encontrar coroas agora?

Meu banco: Talvez o Reisebank na estação de trem ainda esteja aberto...


Lívia correu para a estação, comprou as coroas por um "pequeno" absurdo e aprendeu a lição: está na hora de mudar de banco URGENTE.

Agora me deixa que preciso empacotar a mala e ir gastar essas coroas :)

domingo, 13 de março de 2016

Acidente (de trabalho?)

Bem mesmo a minha cara criar polêmica no trabalho (no Probezeit)...

duas semanas atrás fiz uma viagem à trabalho para um treinamento de três dias. Éramos 16 participantes do mundo todo, todos funcionários novos (ou na empresa ou na função) e o objetivo era aprender mais sobre os nossos produtos com exercícios e demonstrações práticas.

Antes do treinamento recebemos a agenda com a programação e foras as atividades diárias, marcaram para o segundo dia um team event das 17:03 até 19:30: Indoor-Karting.

Nunca havia brincado e ao ver aqueles carrinhos, lembrei de bate-bate (e para ser sincera aquilo me pareceu bem inofensivo). Apesar de odiar dirigir, fiquei super animada. Coloquei minha roupa de fórmula de um (capacete com aquele pano por baixo e overall, corri para o meu carrinho, apertei o cinto (que é só uma tira de pano na cintura) e pisei no acelerador sem medo de ser feliz. Minha dica: não imitem, tenham medo (ou pelo menos um pouco de respeito).

A pista era bem difícil e como sou leve, o carro acelerava mais do que eu planejava... nas curvas era um derrapa pra cá e derrapa pra lá que parecia que iria voar. Fui andando e brincando (adrenalina à mil) e era a mais devagar da turma (um bando de homens pilotos por paixão). Para eles eu era um obstáculo a mais no trajeto. Sentia uma pressão constante por estar "devagar" (35 km/h foi minha velocidade média da volta mais rápida) e estar atrapalhando mas mesmo assim estava curtindo. 15 minutos depois do começo da brincadeira a graça acabou.

Antes de uma curva de 180° um infeliz veio me ultrapassar. Fiquei nervosa e provavelmente ofegante pq meu óculos embaçou completamente e não conseguia ver nada. E o q se faz quando não se enxerga?? Se freia, certo? Errado! A sem noção aqui (no desespero) enfiou o pé no acelerador com tudo e foi de frente com uma parede (muito muito muito rápido).

Uns segundos depois do choque levantei a mão (ainda sem enxergar nada) e pedi para me tirarem da pista). Estava totalmente em choque, com tudo amortecido, com um pouco de sangue na boca, mas não sentindo dores (na verdade não estava sentindo é nada). Fiquei um tempo lá fora para acalmar e até cheguei a dar umas voltinhas devagar depois para não estragar o clima e a brincadeira da galera.

Uma hora depois fomos para um restaurante e aí o bixo começou a pegar. Minha mandíbula começou a ficar roxa, minhas pernas e meu punho direito começaram a doer. Ainda fomos para um barzinho (onde fiquei até uma da manhã) e ao chegar no hotel, minha mão direita estava tão inchada que parecia um pão que cresceu demais. As duas coxas estavam roxas. Não dormi de dor.

No dia seguinte o treinamento continuou e eu não conseguia mexer a mão direta (detalhe: sou destra). Passei o dia todo só assistindo ao treinamento e no fim do dia (era uma quinta feira) voltei para a Alemanha.

No dia seguinte no escritório tive que explicar umas 40 vezes pq meu queixo estava azul/roxo, pq não estava usando a mão direito e pq quase não virava a cabeça (minha coluna/nuca estava doendo bastante). Meu chefe teve um treco: "COMO  VC AINDA NÃO FOI NO MÉDICO???!!!" e me mandou para o médico da empresa pois disse que era acidente de trabalho. O dia todo a discussão em todas as rodinhas era: acidente de trabalho ou não?? Eu só queria resolver a situação e ter certeza que não perderia nehum dente e que não tinha quebrado o punho.

O médico da empresa me encaminhou para um ortopedista cirurgião especialista que tirou um raio-x, me avaliou, prescreveu ibuprofeno e reclamou horrores da empresa por fazer esse tipo de atividade perigosa. Saí de lá com a mão enfaixada e com o aviso que as dores poderiam piorar e que nessa caso ele me daria licença (por sorte ficou por isso mesmo).

A discussão se foi acidente de trabalho ou não continua (recebi um email do RH e do sindicato no fim dessa semana), agora vamos torcer para que não decidam se livrar de mim.... e eu aprendi a minha lição: no próximo evento vou é ficar quietinha assistindo e tomando meu suco de maçã!

sábado, 13 de fevereiro de 2016

Ahhhh o Carnaval!!!

Comparando o carnaval desse ano com o carnaval do ano passado, vemos uma evolução. Apesar de meu corpo ter dado novamente claros sinais de que começo de ano = problemas de saúde (carnaval passado passei de cama por causa da maldita influenza e esse ano comecei com um belo canal dentário), este carnaval pude aproveitar sem dores: siiiim, meu dente sarou!!! (para não falar MORREU de vez...).

Não tive nenhum dia livre e ainda estou no período probatório, mas acompanhei o namo e sua visita do Braza em um passeio delicioso no sábado, que mais pareceu sábado de primavera com seus 13 graus do que sábado de inverno (♥in love with Garmisch♥) :







E pq subir e descer montanha cansa, passamos o domingo literalmente cozinhando:


É, acho que o saldo foi positivo sim... pelo menos passei essa semana BEEEEEM bem humorada :)

sábado, 23 de janeiro de 2016

A dieta do canal

Murphy estava bem legal, quietinho no canto dele, até que ele resolveu dar oi né?? Dia 6 de janeiro na Alemanha é feriado, e dia cinco no fim do dia começo a sentir uma dor MUITO forte em alguns dentes.

A primeira coisa que pensei foi: "não é possível que uns cinco dentes tenham estragado ao mesmo tempo!". Além disso, eu sou bem chatinha com escovação e passo fio dental todo dia. Simplesmente não fazia sentido. No dia seguinte estava tudo fechado, então passei o dia na base do Ibuprofeno (não quis ir nos dentistas de plantão) e como não estava conseguindo morder com o lado da dor, passei o dia comendo coisas pastosas, líquidas e à temperatura ambiente para não chorar ao mastigar (como aconteceu com a primeira mordida do dia ou quando tomei o primeiro gole de chá quente). A vantagem foi que nessa hora identifiquei o dente que estava doendo (e com meu espelho de dentista procurei alguma coisa, alguma mancha, algum furo, mas não achei nada).

No dia seguinte ainda fui trabalhar (estou no período probatório e seria quase absurdo se eu, depois de duas semanas de férias, já faltasse). Consegui um encaixe no consultório que meu namorado vai (ao lado de casa). Como ele nunca teve problemas desde que vai lá (quatro anos), fiquei com um pouco menos de medo de fazerem merda (confio mil vezes mais na minha dentista do brasil e faço limpeza lá todo ano).

Bom, durante o trabalho não consegui comer nada e, no desespero, tomei um toddynho sentindo dor. Resumindo: de terça até quinta brinquei de jejum e a dor estava tão grande que nem pensei na fome (o medo de comer e doer mais ainda era tão grande que eu acho que nem senti fome mesmo).

Finalmente, no fim do dia, cheguei na dentista. Por mais estranho que soe, eu estava sentindo meu dente inchado e a cada passo que dava era como se levasse uma martelada no dente. Meu dente estava pulsando violentamente. Falei para a dentista PELOAMORDEDEUS fazer a dor parar para depois conversarmos. Ela disse que primeiro precisava identificar o dente e resolver dar uma pancada um toque em cada um.

Gritei, chorei, ela bateu em todos os dentes e me diz feliz: "pronto, posso anestesiar". Assim que começou a fazer efeito eu passei a confiar 100% na jovem dentista. Acho que essa é a definição de felicidade: quando alguém acaba com uma dor insuportável.

O raio-x não mostrou nada, o dente estava intacto, a gengiva tb... ela abriu o bichinho e o nervo estava infeccionado (ela tb não sabe explicar pq, perguntou se tomei alguma pancada ou se fiquei MUITO doente pouco tempo atrás, mas nada disso aconteceu). Resumo: canal.
Ela arrancou o nervo, limpou o dente e colocou um algodãozinho com antibiótico. Livinha teve que ficar 10 dias com o dente aberto com remédio, comendo somente coisas macias só com um lado da boca (o que já era bem melhor que não conseguir comer nada).

Depois dos primeiros sofridos da "dieta do canal" já havia perdido quase dois quilos (é o namo que quer emagrecer Murphy, eu não!).

Voltei para ela avaliar o dente e, parae verificar se todos os canais foram encontrados, ela enfiou uma agulha no meu cerébro através do dente aberto (juro que foi praticamente assim). Chorei de novo, passei a desconfiar da dentista, coitada. Ela achou mais nervo, arrancou, colocou outro antibiótico e cá estou eu, com o dente aberto faz cinco dias e esperando para a próxima consulta daqui a dois.

E depois de 18 dias brincando dessa dieta posso garantir: funciona! Super recomendo a "dieta do canal" para quem quer perder peso rápido!

domingo, 17 de janeiro de 2016

Alimentação

Uma das resoluções desse ano é comer menos fora (acho que nos últimos dois anos eu e o namo saímos umas duas vezes na semana para comer, e se considerarmos que nos víamos somente aos fins-de-semana, isso é muita coisa).

Não é somente pelo dindin (em 2016 gastamos fácil fácil mais de mil euros nessa brincadeira, um almoço em um restaurante bem normalzinho não ficava por menos de 20), mas também por estar com vários livros de receita parados aqui, adorar cozinhar e por achar a comida caseira muito mais gostosa.

Para ajudar, o namo me pediu para ajudá-lo a emagrecer (e comendo em casa isso é muito mais fácil). A meta dele é perder 6 kg até o fim do ano (meio quilo por mês) para depois manter, e a minha é continuar não podendo doar sangue rs (abaixo de 50kg). Consegui infectá-lo com Fitnessblender, mas de nada adianta fazer esporte se a alimentação não for adaptada (existe aquela regra: 20% é esporte e os outros 80% alimentação). Por isso, além de comer menos fora, estamos comendo mais saudável. A cozinha está cheia de frutas e legumes desde a virada do ano... estou muito orgulhosa de nós mesmos!

A idéia não é fazer alguma dieta maluca (mesmo pq isso garantiria meu mau humor e não seria sustentável), adoramos comer e isso deve continuar assim, mas é possível comer coisas saudáveis e gostosas.

A empresa nova também tem programas legais para incentivar uma alimentação saudável: eles tem um sistema de classificação de acordo com o valor nutricional do prato (verde, amarelo, vermelho) e um ou dois dos quatro pratos do dia é sempre "Fit" (fora o Buffet de salada). Os pratos saudáveis são subsidíados pela firma e custam apenas 2,70 euros (quanto menos saudável, mais caro). Eu, mão de vaca como sou, estou achando genial! Além disso ganhamos uma fruta por dia durante o inverno :). Como se não bastasse, a única bebida que é de graça é água (com ou sem gás), existem máquinas e canecas/copos pela empresa toda (inclusive na cantina)... Já levei um jarro para o escritório e tenho tomado 2 litros por dia...

O corpo é somente um, então melhor cuidar dele direitinho né? Tenho que admitir que tenho me sentido muito mais disposta que no fim do ano. 

PS: quando fizermos receitas que valem MUITO a pena compartilho (preguiça reinando por aqui :P).

Update mesmo dia, 18:44: acabei de comer uma lata de brigadeiro, sehr gut Livia.

sábado, 9 de janeiro de 2016

Sacola de Patchwork 2.0 #D.I.Y.

E por preguiça de contar tudo o que está acontecendo e já aconteceu essa semana (e olha que essa semana está dando pano para manga), vou postar mais uma sacola de compras que fiz antes da virada do ano de presente para uma amiga. Foi um presente complementar (participamos de uma vaquinha para um vale viagem), mas acho que dar algo feito por vc à mão mostra carinho e não é tão impessoal quanto um Cupom. Pelo menos dá para ir comprar pão com um pouquinho mais de estilo :P.

Essa foi a mais simples que já fiz e ficou pronta mega ultra super rápido (e olha que é dupla face, com o interior liso). Essa é a vantagem de usar panos já com estampas que lembram retalhos... Só achei que coloquei as alças muito afastadas uma da outra (a última ficou melhor de segurar). A bolsa ficou bem grande e cabe bastante coisa (bem maior do que parece na segunda foto por causa do ângulo infeliz).



A próxima fica pronta logo mais ♥
PS: óbvio que também é presente... a que quero fazer para mim faz tempo sempre fica pra depois...

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Wishlist 2016: roupas roupas roupas...

Existem duas épocas boas para se comprar roupa e sapato na Alemanha: queima de verão e queima de inverno. Eu sempre espero passar o natal para fazer aquisicões novas e esse ano não foi diferente... Tenho uma "wishlist 2016" de roupas, sapatos e acessórios que é até que modesta, mas ao fazer as contas de quanto gastei com coisas dessa categoria no ano que passou quase cai de costas... pouco mais de 500 euros! Algumas pessoas vão pensar: "nossaaaa mas no ano inteiro nem é tanto!". Gente, é tanto sim... é muito mais que tanto... eu sempre acho que não tenho roupa para nada: para fazer esporte, para trabalhar, para sair e janta em um lugar mais tchananã, etc. e tal., mas fato é que não cabe mais nada nessa casa, tem muita roupa e sapato em caixa pq NÃO CABE! Não que nosso apê seja enorrrrme, mas eu tenho cinco chinelos e mais de cinco peças de roupas não usadas, então acho que isso demonstra o nível de gravidade da coisa. Por isso defini algumas regras para 2016:

1) Para tudo que entra, algo tem que sair (o q não vai ser difícil, já que quase metade do meu armário está fazendo aniversário de 6/7 anos). Ou melhor, roupa, sapato e acessórios só entram nessa casa depois que algo velho sair.

 2) Eu não posso gastar mais que 300 euros com roupa pra mim esse ano (é uma redução de 40% com relação ao ano passado, mas considerando que as coisas do ano passado devem durar, acho "fazível").

3) Não vou comprar algo que só vou usar uma vez (ou duas, ou três)....

E agora que já tenho regras, posso começar a gastar né?? Brincadeirinhas à parte, já comecei a gastar mesmo... mas são coisas que sei que vou usar e estavam na minha wish list. Aqui vai a listinha das necessidades/desejos para 2016 (e aquilo que já foi adquirido):

- dois sutiãs: meu deus como sutiã é caro... é uma necessidade diária mas todas as vezes que tentei comprar ano passado e retrasado ou fui mandada para o departamento infantil (not cool) ou não tive coragem de pagar 20 euros por peça. Agora desprendi e assumi meu corpo como ele é... e não é que sutiã sem bojo é muito mais barato?? Aproveitei que o doppel-pack da H&M estava em promoção essa semana e comprei dois sutiãs por três euros (juro! s. prova abaixo rs)


- duas blusas de lã de gola V ou U: adoro usar blusa de lã por cima da camisa deixando a gola à mostra e as minhas estão beeeem acabadinhas (tenho uma preta, uma mostarde que está com uma mancha de caneta e uma cinza). Queria uma vinho e uma azul marinho para complementar (já que no inverno infinito uso blusa de lã todos os dias por cima da camisa para trabalhar), Acabei levando uma azul marinho gola U linda e um casaquinho aberto vinho, ambos da H&M por apenas 25 eurecas.

- um casaco de lã tipo sobretudo: uso sempre um casaco de lã comprido por cima da blusa de lã e por baixo da jaqueta de inverno (sim, sou estupidamente friorenta) e tenho três: um preto, um vermelho e um azul turquesa (que o namo ODEIA). Como o vermelho vai fazer oito anos e está começando a descosturar, queria um cinza para substituir (regra um valendo!). Mas como não achei e me apaixonei por uma cacharrel de lã mais grossa da H&M azul e vinho, acabei comprando ela mesmo (por 15 euros) e desisti do casaco.... :P

- uma botinha marrom: essa está na wish-list faz tempo... em novembro doei a minha bota cano alto marrom que estava muito arranhada e descascada e na virada do ano uma botinha da "rieker" linda entrou na promocão... por apenas 22,50 consegui o que queria (agora pare de me mandar promoções querida amazon, assim eu não vou cumprir a meta e vou quebrar a segunda regra antes do meio do ano!).


- 1-2 sapatinhos oxford escuros: esse é definitivamente meu tipo de sapato favorito para trabalhar, principalmente pq bato mto perna (só entre idas e vindas até a estação de trem e fábrica são 50 minutos diários).. ano passado doei meus três sapatinhos (todos acabadíssimos e sem sola) e agora estou sem nenhum. Como ainda está frio e tenho botinhas, vou aguentar mais um pouco, queria muito da "buffalo", já que esse foi o que mais durou (vai que aparece promoção da boa néé??).

- 5 pares de meias pretas: uso sempre com sapatos para trabalhar (acho a coisa mais horrorosa que uma calça e sapato escuro com meia branca), e as minhas são de 2009 e estão quase transparentes de tão gastas... paguei 7 euros na H&M em um pacote com cinco (não foi meu melhor "deal" da vida mas está ok).

- 5-10 calcinhas decentes: minhas calcinhas estão um trapo, sério... já joguei duas fora desde o dia primeiro, logo mais tenho que sair à caça... e calcinha boa bonita e comfortável não é algo barato :(

- 1-2 calças jeans: doei uma com zíper estourado ontem e tenho mais duas no armário só esperando a hora da morte... vamos ver até quando elas resistem! (E achar calça boa barata e que sirva bem é bem complicado com minhas medidas).

- 2 pijamas/camisolas: tá aí mais uma coisa que eu uso até despedaçar... e eu tenho uns trapos no armário de chorar... agora não dá para usar só longe do namo durante a semana (peninha...).

- 2 calças de ginástica bonitas: sei que isso é artigo de luxo, ainda mais pq agora treino em casa... mas fato é que roupa de ginástica bonita estimula e anima a fazer esporte!

Acho bom parar com a listinha por aqui, masmo pq já gastei 73 eurecas até agora e acho que já vai ser díficil comprar o que quero com os 227 restantes... Só comprarei coisas fora da lista depois que a lista estiver toda riscada e ainda tiver $$... (estou sendo beeeem otimista né? hahaha).

domingo, 3 de janeiro de 2016

Fitnessblender - 5 Day Workout Challenge

Já contei na minha retrospectiva que descobri o fitnessblender um ano atrás e que me viciei. Antes procurava treinos entre 30 e 70 minutos e fazia-os para preencher o vazio entre um curso na academia e outro. Em dezembro, por não ter mais academia na empresa, fitnessblender passou a ser minha fonte de treinos do mês. O meu favorito é o treino "insane" (que me deixa dolorida por uma semana), mas na virada do ano resolvi testar uma sequência de treinos definida por eles... o 5 day challenge de 2014. Uma amiga que começou a treinar com eles depois que recomendei me disse que comprou o programa de 8 semanas e que estava gostando muito. Esse de cinco dias é um programa grátis para dar um gostinho e uma boa alternativa para quem não sabe montar a própria sequência, também serve para ver se vale a pena comprar um programa.

Estando de férias e revezando entre sofá e cadeira do PC o dia todo, não posso usar desculpa alguma... desafio dado, desafio aceito, desafio cumprido!

30.12. - Day 1: gostei bastante... achei bem mais fácil que o insane, mas apropriado para recomeçar depois de passar o período de festas comendo como se toda a comida do mundo fosse acabar.

31.12. - Day 2: mais curto que o primeiro dia e menos cansativo, talvez por ter muito exercício com pesos e poucas repetições... e meus halteres são de apenas 1,5 kg cada (ou seja, não deu pra nada). Até gastei algumas horas pesquisando preços para comprar novos mais pesados mas ainda não animei (sou só eu que acho 20 euros num mísero par de pesos de 4 kg cada um absurdo???).

01.01. - Day 3: um HIIT mais pesado e exercícios para o abdomen... amei amei ameeeeeeeeei, vai rolar mais vezes, independente do challenge!!

02.01. - Day 4: uma mistura de Kickboxing com Yoga, mais light que o dia três mas apropriado, já que estava bem doloridinha do terceiro dia. Foi estranho fazer os passos de Kickboxing (parecidos com TaeBo) sem música, acho que não motiva tanto e acabei fazendo com menos velocidade do que estava acostumada. Os exercícios baseados em Yoga foram bem gostosos (mesmo exigindo força e sendo doloridos).

03.01. - Day 5: hoje eu me perguntei se eu ainda "tenho todas as xícaras no ármario" (vc que mora na Alemanha vai entender, pra vc q não mora: me perguntei se ainda estou "batendo bem da cabeça"). Tive uma noite péssima, acordei às 6:00 da manhã, voltei a dormir 8:15 e levantei 11:15... me perguntei se a culpa foi do chá "detox" que comecei a tomar ontem ou se é consequência desse challenge, que me deixou mais quebrada que as amadas ex-aulas de TaeBo. Mal conseguia me mexer, mas aí a gente pensa: "poxxaaa falta só um dia, é só fazer um aquecimentinho que melhora... vai lá Lívia". E a tonga da Lívia lembrou da calça que está mais justa que Deus... e foi! Gente, a porcão de HIIT era bem curta (acho que oito minutos), mas em vários momentos fui obrigada a optar pela variante mais fácil. O fato de não possuir halteres em casa atrapalhou na hora de fazer a parte de fortalecimento para membros superiores mas tudo bem, as dores do Kickboxing de ontem não permitiriam muito mais do que foi feito.

Tomei o banho da minha vida após o treino e estou agora só curtindo as dores que dominaram meu corpo e minha alma.

E essa sensação de dever cumprido é tão boa que decidi fazer o 5 days challenge pelo menos uma vez por mês... Amanhã eles lançarão um novo... estou empolgada e feliz por ainda não precisar gastar com academia para continuar meu esporte (mesmo que caseiro)!

Eu recomendo!

sábado, 2 de janeiro de 2016

Sacola de Patchwork 1.0 #D.I.Y.

Bom, depois de ter feito algumas bolsinhas, parti para projetos maiores (não, ainda não criei coragem para terminar aquela colcha de patchwork jeans que está há séculos esperando as barras e o acabamento)... de bolsinhas para sacolas de compra maiores :P

É que para fazer outras coisas preciso pensar e a costura serve para relaxar... e não sei pensar e relaxar ao mesmo tempo hahahaha

Como sei que bolsinha nem todo mundo usa, mas uma sacola de compras é sempre bem vinda (nem que seja para buscar leite e pão na padaria), resolvi que seria um presente mais útil. Comecei costurando essa bolsa para minha sogra (queria muito dar um presente personalizado para ela) mas assim que acabei lembreo de uma dívida... Bebi com estômago vazio e, além de dar show, ainda sujei o carro de uma colega. Resolvi dar a bolsa como pedido de desculpa, já que achei minha nova obra de arte muito muito muitooo bonita. E foi o que eu fiz:

 

Óbvio que já avisei que para ganhar outra não adianta me encher de espumante e dar umas voltas de carro... tem mais algumas pessoas a serem presentadas na fila... inclusive já me enrolei demais para fazer uma para mim!

sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

Retrospectiva 2015

Como é legal ter um lugar para escrever nossos pensamentos e experiências para, um ano depois, relembrar tudo isso... acabei de ler o post "Retrospectiva 2014 e me emocionei. Esse ano pode ser considerado mais um ano de conquistas importantes... começou bem e terminou melhor ainda! O resumo (quase no mesmo formato):


Vida Profissional

Já contei em alguns posts (e esse blog às vezes gira em torno disso, pois passo a maior parte da minha vida trabalhando): de janeiro à novembro trabalhei substituindo uma amiga em uma multinacional com pessoas legais, um chefe legal, fazendo tarefas legais, aprendendo muito... mas morando longe do namo. Exatamente há um mês atrás finalmente comecei em outra empresa perto do namo (depois de mais de quatro anos de busca por algo perto dele). A empresa é grande com boas condições de trabalho (melhores do que na última empresa, terceirizada), área é nova pra mim, bem desafiante e as tarefas muito interessantes (e difíceis, do jeitinho que eu gosto!). Os colegas e o chefe se mostraram muito legais até o momento e estou me sentindo muito à vontade (mas vou com cuidado, depois de uma experiência traumática em um dos empregos sei que, como os alemaes dizem: "nem tudo o q brilha é ouro"). Estou otimista e empolgada para voltar a trabalhar dia 07. de janeiro... O período probratório vai até o fim de maio, agora é só caprichar até lá (e depois tb!).


Vida Amorosa

Foi um ano de muita saudade e muitaaaaa viagem de trem. Falamos mais sério sobre planos para o futuro, inclusive colocamos uma deadline para o relacionamento à distância e eu, ótima e maravilhosa namorada que sou (sei que vc vai ler mais uma vez mr. curious) finalmente consegui um emprego por perto e me mudei de mala e cuia para Augsburg. Faz um mês que infernizo o namo todo santo dia, AMO MAIS AINDA ♥!!


Viagens/Passeios

Foi um ano de poucas viagens e até achei que fosse ficar chateada por não viajar entre natal e ano novo (fui obrigada a tirar duas semanas de férias pq a empresa fecha) mas estava tão cansada que estou achando uma ótima pedida ficar à toa.

A primeira viagem do ano foi a ida ao Brasil na páscoa (a viagem anual não pode faltar!!). Foram duas semaninhas de muita emoção:
- conheci meu sobrinho com uma semana (além de perder o medo de pegar bebê no colo, já aprendi a trocar fralda e a colocar para dormir)... virei tiaaaaa!!!!!!!!!!!!!!!!!!
- fui madrinha da minha melhor amiga
- chorei na volta da casa da minha irmã em SP para a casa dos meus pais ao perceber que aquele definitivamente não é mais o meu lugar... me desculpa Brasil, mas por mais que sinta muita saudade de algumas pessoas, não sinto a menor vontade de voltar (e perceber isso me deu alívio e desespero)

Em junho demos a volta de bicicleta no Bodensee em três dias (com dois pernoites em Constança). Era algo que queríamos fazer já faz um tempo e que nos deu muita satisfação. Foram quase 300 km, paisagens lindíssimas, perna e bumbum doendo e muito sol. Foi mágico!



Em agosto aproveitamos para pegar um solzinho na Itália. Foram apenas quatro dias em Riva del Garda, mas fizemos algo especial: quarto com vista MARAVILHOSA para o lago e para a praça principal, comidas e vinhos pra lá de bons, caminhadas com vistas espetaculares e rolou desde tchibum, passeio de bike até visita à castelo... Foi até triste voltar para cá!



Em novembro a sogra veio, viajou uma semana com o namo (enquanto eu trabalhava) e na segunda semana dela aqui ficamos na região de Augsburg mesmo (eles já haviam gasto btt e tinhámos Bayern-Ticket para dar e vender). Foram vários bate-e-volta:
- Ulm com direito à subida na torre de igreja mais alta do mundo (e bota degrau e tontura nisso, essa foto foi na metade do caminho...)


- Rothenburg, uma das cidades medievais mais famosas, em um dia MARAVILHOSO de outono (já tinhamos visitado com uma amiga no verão mas achei mais bonita ainda)


- Ammersee... caminhada gostosa de Schondorf à Utting no "caminho panorâmico" com vista para o lago, cenário depressivo e calmo...


- Schliersee... volta em torno do lago (inclusive subindo e descendo montanha para ter uma vista que não existia, alguém na internet me enganou!)



- Passeios relaxantes e bonitos em Augsburg (pq chega uma hora que ninguém aguenta mais fazer bate e volta né!)


E os meus poucos objetivos do ano passado (Madrid + Toledo e Chapada Diamantina) ficaram para 2016...


Esporte

Foram 107 dias de treino das mais diversas modalidades, quase sempre cardio (sim, eu tenho uma lista para documentar e controlar isso tb!).
Na empresa antiga (a de até novembro) podia fazer cursos de graça dentro da própria empresa... e é óbvio que eu usei e abusei: European Muscle Power, BodyArt, Pilates, Zumba e um dos meus novos amores: TaeBo! (até me dei um DVD de natal, deve chegar logo mais pelo correio). Comprei caneleiras e baixei um treino para tonalizar os cambitos mas a grande descoberta de todos os tempos foi o site do melhor casal fitness do mundo: Fitnessblender. Eles publicam vídeos com treinos de todos os níveis DE GRÁTIS (imagina se não pirei!!!). Desde março já testei vários (depois faço um post sobre isso) e estou apaixonada. Quando mudei de empresa um mês atrás nem fui atrás de academia, já que posso treinar em no aconchego do lar (de shorts e top, horrorosa) e ir direto para o banho em casa mm.... Vou continuar fazendo e mais pra frente vou comprar algum dos programas deles para testar (mas só mais pra frente... tem mais de 400 vídeos para testar ainda huhuhu).


Livros

Tinha me prometido ler no mínimo seis livros esse ano... e missão dada é missão cumprida, achei algumas pérolas na lista dos Best-Seller do Spiegel!! Compensei o "esculaxo" do ano passado e fico feliz em poder compartilhar os livros de 2015 (gente, não faço lista de livros, é que li td no Kindle mesmo e ele marca os lidos e ainda não apaguei rs):

- Traumsammler: mais um da série "Drachenläufer" e "Tausend strahlende Sonnen", um pouco menos emocionante mas impossível não gostar...
- A divertida série de Krimis de Bayern da Rita Falk, adoro hahaha (esse ano sai o sétimo uhuuuu):
- Winterkartoffelknödel
- Dampfnudelblues
- Schweinskopf al dente
- Grießnockerlaffäre
- Sauerkrautkoma
- Zwetschgendatschikomplott
- Hannes: me lembrou um pouco "Feliz ano velho" e achei bem triste mas legal... não cansa.
- The fault in our stars: sei que é um famosinho e livro modinha, mas gostei bastante (ainda não vi o filme).
- Das Rosie-Projekt: leve e divertido de ler, nem vi o tempo passar e super recomendo!
- Nur wer fällt, lernt fliegen: foi diferente de tudo que já li... e não sei se gostei ou não (foi inesperado e estranho demais).
- Aller Liebe Anfang: história monótona de uma mulher de 30 e muitos anos... não curti e fiquei com medo de stalker.
- Ich bin Malala: ameeeeeeeeeei e me emocionei... e fiquei com muito mais ódio desses extremistas loucos (e ao contrário de outros livros como "Drachenläufer", "Tausend strahlende Sonnen" e "Traumsammler" não chorei, acho que estou ficando forte huhuhu)
- The Help: gostei tanto que comprei de presente para uma amiga de aniversário... tb assisti o filme depois e chorei de rir!
- Die Chance: história da vida amorosa de um casal mais velho... como passatempo ganz ok...
- Von Erholung war nie die Rede: bemmm maomé.. como passatempo tb ganz ok...
- Silber - das erste Buch der Träume: lixooooo, até insisti e li mais da metade, mas não deu... que livro ridículo! Acho que foi qd parei de ler esse ano (me estressei demais).


Músicas

Ganhei um CD mtoooooo legal da Frida Gold e já ouvi tanto deve estar até gasto. Fora isso foi um ano quase nada musical... Se continuar assim é mais uma sessão da retrospectiva que sumirá (e continuarei usando e abusando de playlists prontas no youtube, como por exemplo as trilhas sonoras de BodyBalance ♥)


Filmes/Séries

- The Killing: estava legal na primeira temporada, depois fizeram o favor de cagar td e o final foi ridículo
- Hannibal: a série é bem mais impressionante que os filmes e estou torcendo para mudarem de idéia e lançarem a quarta temporada, curti curti curti!
- Game of Thrones: vi todas as temporadas em cinco dias quando estava de cama com a famosa Influenza... salvou o tédio!
- Orphan Black: estamos no começo, estou curtindo...
Assistimos alguns filmes legais mas as duas idas ao cinema foram para jogar dindin fora (Minions e StarWars). Passamos a virada (ontem) assistindo o melhor filme do (meu) ano "Inglourious basterds" (antes tarde do q nunca né hahaha).


Gastronomia

Comi como se não houvesse 2016 e à partir de hoje só compro coisas saudáveis por três meses (fora o que já está no armário né... não vou jogar comida fora). O Gutscheinbuch de Augsburg nos fez descobrir vários restaurantes novos, inclusive alguns bons que serão revisitados sem cupom. Não vou refazer Bewertung pq minha conta do TripAdvisor já me toma muito tempo e lá sei que contribuo de verdade... (se quiser saber quais restaurantes de Augsburg são bons é só procurar lá, escrevi sobre quase todos que fomos, e não foram poucos!). Esse ano pretendo comer menos fora e voltar a cozinhar, mal schauen (os livros de receita estão juntando pó na estante, tadinhos). O prêmio do ano de receita boa e fácil vai para p bolo de milho molhadinho, que ja foi feito e refeito... publicarei a receita em outro post :).


Allgemein (geral)

Fora tudo aquilo que já contei até agora, esse ano teve alguns high-lights que merecem ser lembrados:
- Descobri que tenho psoríases nas unhas e articulações (ebaaaaaaaaa #sqn) e fiquei metade do ano escondendo as mãos e fazendo tratamento, agora estou com unhas novamente, tomara que dure!
- Em maio finalmente recebi minha Niederlassungserlaubnis, o visto definitivo que me permite ficar aqui para toooodo o sempre e ainda trabalhar com o que eu quiser (quem já precisou de visto para estudar, trabalhar, etc. sabe o saco que é). Foi uma das maiores conquistas desde que cheguei na Alemanha.
- Paguei muitoooooo imposto mas consegui abater tanta coisa (fazendo meu imposto sozinha) que recebi uma bela bolada de volta, dinheiro para tirar minha carteira de motorista, pagar a passagem e toda a viagem para o brasil :).
- Tirei a carteira de motorista no fim de Outubro (agora só falta o carro).
- Abandonei minha vida cigana... adeus Mannheim, oi Augsburg... agora de sexta à sexta!!!!

E tudo o que eu quero para 2016 é que Murphy continue assim, bem longe de mim :)