domingo, 10 de abril de 2016

"Faltou você"

Um mês atrás fez sete anos que vim para terras germânicas... então é quase óbvio que já perdi muitos eventos importantes/especiais:

- A minha própria formatura
- O aniversário de 80 anos do vô
- A morte do tio
- O aniversário de 60 anos do pai
- O nascimento do sobrinho
- ...

...e parei por aqui pq não estou afim de auto-tortura... ou melhor, quase parei, pq ontem recebi a famosa mensagem por não estar presente no aniversário de um ano do sobrinho:

"- Nossa Li, faltou você... falei com seus pais..." (de novo, e de novo, e de novo...)

Faltou, e às vezes parece que as pessoas fazem questão de te lembrar o quanto você está perdendo, o quanto está deixando passar... e alguém me explica: pra q?

Devem me achar mesmo muito egoísta por estar vivendo a minha "glamourosa" vida "nazosropa" longe de td e de tds, sem me preocupar com a família, sem apoiar as pessoas que me amam nos momentos difíceis e sem compartilhar os acontecimentos felizes.

Sim, faltou eu, mas teve um monte de gente... e pra mim? Pra mim faltam todos vcs.... Acho que nisso ninguém pensa... Pq faltou eu na festinha, mas tinha 100 outras pessoas compartilhando o momento especial.

Quando alguém amado está passando por uma situação difícil, falta eu... falta meu ombro... mas só eu sei o quanto dói não estar perto pra emprestar o ombro... e só eu sei o q é não ter um ombro quando eu preciso... E quando eu tenho notícia boa, também não posso passar na casa da mãe e do pai para tomar uma cervejinha, para comer uma pizza enrolada e comemorar... 

Por mais "egoísta" que eu seja, eu assumo responsabilidade pelas minhas escolhas (inclusive a de estar longe)... mas quem está sozinha SOU EU, e não o sobrinho, ou a tia, ou o primo, ou a irmã. Sou eu que terminei meu mestrado e comemorei cinco minutos no telefone com namo, e fui eu que passei quase todos os meus aniversários sozinha pq só vim morar com o namo agora, e fui eu que fiquei seis meses procurando emprego e desesperada com medo de ser mandada embora e sem ninguém para tomar um café, comer um bolo e desabafar... fui eu que me mudei inúmeras vezes sem ajuda (carregando pesos absurdos no trem), e que tenho que tirar o dia de férias caso o elétrico tenha que fazer algo no apê pq não tem vizinho/amigo/tio/porteiro... sou eu que me viro (daqui a um mês literalmente nos 30) para dar jeito aqui e ali... 

Sim... faltou eu... mas vcs faltam todos os dias...